Sou dirigente de uma fundação privada, sem fins lucrativos, portadora do CEBAS, com atuação nas áreas de saúde e educação. Tendo como norte o interesse de também operarmos planos de saúde, podemos manter essa atividade dentro da citada Fundação

Por: Instituto Filantropia
15 Setembro 2016 - 04h10

Note-se que tramitava perante a Justiça Federal do Rio de Janeiro um mandado de segurança (2010.51.01.005993-6) impetrado pela Confederação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas, cujo pedido inicial pleiteava que tais hospitais pudessem operacionalizar planos de saúde, na forma de atividades vinculadas à própria entidade.

Inicialmente, foi deferida liminar, ora confirmada pela referida sentença, sendo, neste momento, permitido que tais hospitais filantrópicos operacionalizem planos de saúde.

Contudo, em maio de 2013, tal situação foi alterada em razão do acórdão exarado pelo Tribunal Regional Federal da 2ª Região, cujo teor reformou a sentença.

Com essa reforma, várias entidades que, além de desempenharem atividades sociais, também operacionalizam planos de saúde, tem sido, recentemente alvo de suspensão da comercialização destes planos por parte da Agência Nacional de Saúde, até que seja constituída uma outra pessoa jurídica independente, com ou sem fins lucrativos, na forma do Art. 34 da Lei n.º 9.656/1998.

Tecidas estas considerações iniciais e respondendo ao questionamento formalizado, temos que, atualmente, caso os Hospitais Filantrópicos também tenham interesse em operar planos de saúde, salutar que seja criada uma outra pessoa jurídica para execução destas atividades.

 

Conteúdo Relacionado

Tudo o que você precisa saber sobre Terceiro setor a UM CLIQUE de distância!

Imagine como seria maravilhoso acessar uma infinidade de informações e capacitações - SUPER ATUALIZADAS - com TUDO - eu disse TUDO! - o que você precisa saber para melhorar a gestão da sua ONG?

Imaginou? Então... esse cenário já é realidade na Rede Filantropia. Aqui você encontra materiais sobre:

Contabilidade

(certificações, prestação de contas, atendimento às normas contábeis, dentre outros)

Legislação

(remuneração de dirigentes, imunidade tributária, revisão estatutária, dentre outros)

Captação de Recursos

(principais fontes, ferramentas possíveis, geração de renda própria, dentre outros)

Voluntariado

(Gestão de voluntários, programas de voluntariado empresarial, dentre outros)

Tecnologia

(Softwares de gestão, CRM, armazenamento em nuvem, captação de recursos via internet, redes sociais, dentre outros)

RH

(Legislação trabalhista, formas de contratação em ONGs etc.)

E muito mais! Pois é... a Rede Filantropia tem tudo isso pra você, no plano de adesão PRATA!

E COMO FUNCIONA?

Isso tudo fica disponível pra você nos seguintes formatos:

  • Mais de 100 horas de videoaulas exclusivas gratuitas (faça seu login e acesse quando quiser)
  • Todo o conteúdo da Revista Filantropia enviado no formato digital, e com acesso completo no site da Rede Filantropia
  • Conteúdo on-line sem limites de acesso no www.filantropia.ong
  • Acesso a ambiente exclusivo para download de e-books e outros materiais
  • Participação mensal e gratuita nos eventos Filantropia Responde, sessões virtuais de perguntas e respostas sobre temas de gestão
  • Listagem de editais atualizada diariamente
  • Descontos especiais no FIFE (Fórum Interamericano de Filantropia Estratégica) e em eventos parceiros (Festival ABCR e Congresso Brasileiro do Terceiro Setor)

Saiba mais e faça parte da principal rede do Terceiro Setor do Brasil:

Acesse: filantropia.ong/beneficios

PARCEIROS VER TODOS