Rede de fornecedores socialmente responsáveis

Por: Livio Giosa
01 Novembro 2007 - 00h00

Cada vez mais, as práticas da responsabilidade social corporativa se disseminam no âmbito das empresas, em todos os setores e localidades. Micros, pequenas, médias e grandes companhias se envolvem, a seu tempo, jeito e recursos, buscando aplicar as regras já consolidadas e que refletem as iniciativas em prol do atingimento da causa e da inclusão social junto aos públicos com que se relacionam, e, em especial, os colaboradores e as comunidades.

As pressões do mercado, a percepção do cliente cada vez mais consciente e o posicionamento claro da sociedade a favor da ética e da cidadania corporativa colocam as empresas voltadas para cumprir seus compromissos e desenvolvimento prolongado do seu negócio sob a visão da justiça social e do equilíbrio ambiental, por meio do conceito da sustentabilidade.

Assim, o engajamento sobre este tema de toda a cadeia produtiva de qualquer empresa em qualquer setor se torna inevitável. Um dos ícones deste processo é a criação da rede de fornecedores socialmente responsáveis. Cada empresa deve introduzir essa pauta nas negociações diretas com seus fornecedores, encorajando-os e motivando-os a se organizarem à luz deste novo olhar social e sustentável.

Algumas etapas, a partir desta decisão superior da organização, poderão ser desenvolvidas, entre elas:

• a comunicação oficial aos fornecedores indicando que, a partir deste momento, a empresa recomendará que os seus fornecedores deverão cumprir práticas socialmente responsáveis;

• definição de um período de tempo para o fornecedor/parceiro se adaptar a estas iniciativas;

• montagem de palestras e workshops de sensibilização e motivação junto aos grupos de fornecedores;

• distribuição de textos diversos, incluindo conceitos e práticas que geram a exemplaridade;

• montagem de indicadores de desempenho que possam avaliar o interesse e envolvimento dos fornecedores a respeito do tema e para acompanhamento de todo o processo;

• disseminação de programas de voluntariado entre o corpo de colaboradores das empresas parceiras;

• disseminação de pesquisa sobre participação em práticas sociais e/ou ambientais, junto aos públicos envolvidos, mas que garantam a sua aplicabilidade na “rede”;

• informação ao conjunto dos fornecedores participantes que, no momento, as novas solicitações de empréstimos aos bancos somente serão aprovadas quando estiverem documentadas as práticas sociais e ambientais, por meio do relatório e/ou balanço social.

Com essas dicas, dentre outras, a empresa estará preparada para a prática social, na certeza de que cada vez mais esta contribuição gerará um valor inegável na cadeia produtiva, disseminando o conceito do mercado do bem e sustentável.

O posicionamento da sociedade a favor da ética e da cidadania corporativa colocam as empresas voltadas para cumprir seus compromissos sob a visão da justiça social e do equilíbrio ambiental

Lívio Giosa. Vice-presidente da Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil (ADVB) e coordenador-geral do Instituto ADVB de Responsabilidade Social (Ires).

Tudo o que você precisa saber sobre Terceiro setor a UM CLIQUE de distância!

Imagine como seria maravilhoso acessar uma infinidade de informações e capacitações - SUPER ATUALIZADAS - com TUDO - eu disse TUDO! - o que você precisa saber para melhorar a gestão da sua ONG?

Imaginou? Então... esse cenário já é realidade na Rede Filantropia. Aqui você encontra materiais sobre:

Contabilidade

(certificações, prestação de contas, atendimento às normas contábeis, dentre outros)

Legislação

(remuneração de dirigentes, imunidade tributária, revisão estatutária, dentre outros)

Captação de Recursos

(principais fontes, ferramentas possíveis, geração de renda própria, dentre outros)

Voluntariado

(Gestão de voluntários, programas de voluntariado empresarial, dentre outros)

Tecnologia

(Softwares de gestão, CRM, armazenamento em nuvem, captação de recursos via internet, redes sociais, dentre outros)

RH

(Legislação trabalhista, formas de contratação em ONGs etc.)

E muito mais! Pois é... a Rede Filantropia tem tudo isso pra você, no plano de adesão PRATA!

E COMO FUNCIONA?

Isso tudo fica disponível pra você nos seguintes formatos:

  • Mais de 100 horas de videoaulas exclusivas gratuitas (faça seu login e acesse quando quiser)
  • Todo o conteúdo da Revista Filantropia enviado no formato digital, e com acesso completo no site da Rede Filantropia
  • Conteúdo on-line sem limites de acesso no www.filantropia.ong
  • Acesso a ambiente exclusivo para download de e-books e outros materiais
  • Participação mensal e gratuita nos eventos Filantropia Responde, sessões virtuais de perguntas e respostas sobre temas de gestão
  • Listagem de editais atualizada diariamente
  • Descontos especiais no FIFE (Fórum Interamericano de Filantropia Estratégica) e em eventos parceiros (Festival ABCR e Congresso Brasileiro do Terceiro Setor)

Saiba mais e faça parte da principal rede do Terceiro Setor do Brasil:

Acesse: filantropia.ong/beneficios

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book Como começar uma⠀ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book 18 PASSOS essenciais para ajudar sua ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

PARCEIROS VER TODOS