Posso retificar a Carteira Profissional de um funcionário que trabalhou na minha entidade?

Por: Revista Filantropia
01 Janeiro 2011 - 00h00
A retificação é devida quando for constatado algum erro ou se tratar de determinação judicial. Contudo, pelo fato de a anotação ser realizada em documento público, visando evitar prejuízos futuros ao trabalhador e o cometimento de ilícito pelo empregador, é vedado a este consignar na Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) que a anotação e/ou retificação restou determinada em sede judicial. Essa indevida referência pode provocar dificuldades na tentativa de recolocação do trabalhador no mercado de trabalho, além de que a inobservância desse procedimento pode acarretar a determinação de atuação da Delegacia Regional de Trabalho (DRT) para as providências cabíveis, em especial aquelas atinentes à eventual penalidade por rasura na CTPS, sem prejuízo de possível interposição pelo trabalhador de ação de reparação por dano.

Conteúdo Relacionado

EDITAIS FILANTROPIA PLATAFORMA ÊXITOS
20.245
Oportunidades Cadastradas
9.597
Modelos de Documentos
3.592
Concedentes que Repassam Recursos
Prazo
31 Dez
2020
Patrocínios e Doações - Instituto Usiminas
Prazo
Matchfunding Enfrente o Corona
Prazo
31 Dez
2020
IberCultura Viva 2020
Prazo
30 Nov
2020
Stop Slavery Award 2021
Prazo
Patrocínio BS2
Prazo
Paranapanema - Doações e Patrocínios
Prazo
Aceleradora P&G Social
Prazo
20 Set
2020
Edital de Patrocínio - Banco da Amazônia
Prazo
2 Out
2020
Arte em Toda Parte
Prazo
20 Set
2020
Prêmio 99 de Jornalismo

PARCEIROS VER TODOS