Posso fazer um acordo trabalhista para minha entidade no Juízo Arbitral?

Por: Revista Filantropia
01 Setembro 2010 - 00h00
Cada vez mais os tribunais estão excepcionando a apreciaçãode questões correlatas ao Direito Individual doTrabalho do Juízo Arbitral. Segundo se vê em reiteradosjulgados, o entendimento é de que a Constituição Federal,em seu artigo 114, parágrafo 2º, dispõe que a arbitragemé admitida no Direito Coletivo de Trabalho, nada constando,entretanto, em relação ao direito individual. Alémdisso, para validade da negociação no âmbito do DireitoIndividual do Trabalho, as demandas trabalhistas devemser submetidas à Comissão de Conciliação Prévia (artigo625-A da CLT), composta por membros indicados tantopelo empregador quanto pelos empregados, de forma agarantir a paridade na representação, requisito não presentenos Tribunais de Arbitragem. Logo, a teor do quantodispõe o artigo 9º da CLT, nenhum valor legal deve serempreendido ao termo de audiência lavrado perante oNúcleo de Arbitragem, servindo apenas como comprovantede pagamento da importância nele consignada.

Conteúdo Relacionado

PARCEIROS VER TODOS