Posso considerar a educação de jovens e adultos para fins de gratuidade educacional?

Por: Revista Filantropia
01 Novembro 2010 - 00h00
Como a educação de jovens e adultos é parte integrante da educação básica, não há problema em considerá-la para fins de bolsa, desde que esta ocorra de forma regular (autorizada pelos órgãos competentes), ou seja, que não se trate apenas de um programa de apoio.

Conteúdo Relacionado

PARCEIROS VER TODOS