O que deve ser priorizado na contabilização e demonstrações, no caso da entidade mista, ou seja, que atenda nas três áreas?

Por: Revista Filantropia
24 Janeiro 2012 - 00h00
Nos termos do art. 29 da lei nº 12.101/2009, além de cumprir os deveres instrumentais exigidos na legislação tributária, especialmente o que dispõe o art. 14 do CTN, a entidade mista deve priorizar em suas demonstrações contábeis:a) A aplicação de suas rendas, seus recursos e eventual superávit integralmente no território nacional, na manutenção e desenvolvimento de seus objetivos institucionais;b) A demonstração de que mantém escrituração contábil regular, que registra as receitas e despesas, bem como a aplicação em gratuidade separadamente, em consonância com as normas emanadas do Conselho Federal de Contabilidade;c) A apresentação de suas contas auditadas por auditor independente legalmente habilitado nos Conselhos Regionais de Contabilidade, quando a receita bruta anual auferida for superior ao limite fixado pela lei complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006.

Conteúdo Relacionado

EDITAIS FILANTROPIA PLATAFORMA ÊXITOS
20.245
Oportunidades Cadastradas
9.597
Modelos de Documentos
3.592
Concedentes que Repassam Recursos
Prazo
31 Dez
2020
Patrocínios e Doações - Instituto Usiminas
Prazo
Matchfunding Enfrente o Corona
Prazo
31 Dez
2020
IberCultura Viva 2020
Prazo
30 Nov
2020
Stop Slavery Award 2021
Prazo
Patrocínio BS2
Prazo
Paranapanema - Doações e Patrocínios
Prazo
Aceleradora P&G Social
Prazo
20 Set
2020
Edital de Patrocínio - Banco da Amazônia
Prazo
2 Out
2020
Arte em Toda Parte
Prazo
20 Set
2020
Prêmio 99 de Jornalismo

PARCEIROS VER TODOS