Nossa entidade contratou um menor aprendiz e, ultimamente, ele não tem comparecido ao trabalho. Já conversarmos e até o advertimos sobre o que isso pode acarretar. O que mais podemos fazer?

Por: Revista Filantropia
01 Janeiro 2011 - 00h00
O art. 428 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) preconiza que cabe ao aprendiz executar, com zelo e diligência, as tarefas necessárias à sua formação técnico-profissional. Se demonstrada a ausência de diligência do aprendiz, já que se ausentava das atividades, é legítima a ruptura contratual antecipada do contrato de aprendizagem, por insuficiência de desempenho.

Conteúdo Relacionado

EDITAIS FILANTROPIA PLATAFORMA ÊXITOS
20.245
Oportunidades Cadastradas
9.597
Modelos de Documentos
3.592
Concedentes que Repassam Recursos
Prazo
31 Dez
2020
Patrocínios e Doações - Instituto Usiminas
Prazo
Matchfunding Enfrente o Corona
Prazo
31 Dez
2020
IberCultura Viva 2020
Prazo
30 Nov
2020
Stop Slavery Award 2021
Prazo
Patrocínio BS2
Prazo
Paranapanema - Doações e Patrocínios
Prazo
Aceleradora P&G Social
Prazo
20 Set
2020
Edital de Patrocínio - Banco da Amazônia
Prazo
2 Out
2020
Arte em Toda Parte
Prazo
20 Set
2020
Prêmio 99 de Jornalismo

PARCEIROS VER TODOS