Ópera da diversidade

Por: Felipe Mello, Roberto Ravagnani
01 Setembro 2006 - 00h00

Venho contar em prosa alguns episódios recentes que confirmam ainda mais o poder transformador do protagonismo social, que une pessoas e fortalece o respeito à diversidade e o exercício coletivo da cidadania, a partir do indispensável desenvolvimento pessoal. Para contar a ópera vivida pelo Canto Cidadão – organização na qual atuo como gestor – em três locais distintos do país, quero antes mencionar outras três obras que fizeram história.

Em 1978 o Brasil se reencontrava aos  poucos com a liberdade de expressão; vivia-se um clima de abertura e anistia. Foi naquele momento histórico que Chico Buarque desenvolveu a trama Ópera do Malandro, que conta a trajetória de decadência da malandragem carioca da Lapa nos anos 40. A obra foi inspirada em duas outras, Ópera dos Mendigos (John Gay, 1728) e Ópera dos Três Vinténs (Bertolt Brecht e Kurt Weill, 1928). Nas três, vêm à tona assuntos de interesse social. Assim como nas seguintes histórias, todas visceralmente conectadas.

Além da Madeira-Mamoré
A minissérie televisiva acabou no início do ano. Na verdade, a própria ferrovia Madeira-Mamoré também quase acabou, diferente da vontade de fazer a diferença que encontramos na visita a um hospital filantrópico nos arredores de Porto Velho (RO). Trata-se de uma unidade de saúde ligada à obra assistencial das Irmãs Marcelinas e que há mais de 50 anos atende um público bastante especial, os hansenianos. O início do trabalho do atual Hospital Marcelo Candia foi como um leprosário, termo utilizado durante muito tempo para definir o local para onde seguiam as pessoas que tinham lepra (hanseníase). Elas eram praticamente arrancadas do seu convívio social e levadas para lá, distante quase 20 km da cidade.

Foram precisos anos e anos de sensibilização e exemplo para que a sociedade voltasse a se aproximar e participar mais do dia-a-dia das pessoas internadas. Atualmente, o voluntariado dá sinais de fortalecimento na instituição, trazendo cidadãos para o convívio e relacionamento dos pacientes. Ademais, pacientes hansenianos trabalham atendendo outros pacientes, não necessariamente com a mesma doença.

Primeiro ato da ópera: Diversidade saudável se faz com respeito ao ser humano, algo que vai além da saúde ou da doença, para não se falar em gênero, raça, opções individuais e outras formas de diversidade.

Salão de beleza para fora e para dentro
A expedição seguiu para Cuiabá (MT). Lá pude sentir o sabor de um fruto muito especial, aquele que nasce em uma árvore que ajudamos a plantar. Chegamos a uma ação social organizada pelo Canto Cidadão há poucos meses, com a participação de colaboradores da Gol Linhas Aéreas. Naquela ocasião, visitamos o Asilo Dona Bebe, para uma tarde de embelezamento do corpo das senhoras e dos senhores e para troca de histórias e carinhos na alma. Após o evento, ficou nítida a satisfação dos voluntários, que em sua maioria faziam uma ação social pela primeira vez. Em mim, ficou a esperança de que aquele tinha sido apenas o primeiro passo.

Pois bem, o fruto a que me referi foi a informação de que, após aquele evento, os mesmos colaboradores da empresa adotaram a organização social e passaram a desenvolver outras ações para contribuir com a melhoria da qualidade de vida dos idosos internados, pois identificaram o potencial transformador do voluntariado e engajamento para si mesmos e para o coletivo.

Segundo ato da ópera: Diversidade saudável se faz com informação e exemplo, que impulsionam grupos no sentido da construção de um caminho próprio.

Na rota do descobrimento
A terceira parada se deu no sul da Bahia, especificamente em Porto Seguro e Eunápolis, onde os Doutores Cidadãos, voluntários do Canto Cidadão que atuam com palhaços em ambiente hospitalar, fizeram palestras para profissionais da saúde e visitaram hospitais públicos. O resultado foi imediato. Os participantes se identificaram com a linguagem bem humorada e entusiasmada dos visitantes e perceberam que é possível aliar competência técnica (caixa de ferramentas) com inteligência emocional (caixa de brinquedos) para construir relações interpessoais mais saudáveis em sua diversidade.

Terceiro ato da ópera: A crença no potencial do entusiasmo – a partir da identificação do valor da missão – é capaz de melhorar substancialmente a convivência entre pessoas diferentes e muitas vezes divergentes.

Uma obra para todos os palcos
A Ópera da Diversidade, humildemente apresentada em breves atos, deixa clara a possibilidade de melhoria de diversos tipos de ambientes, a partir da sensibilização e orientação dos seus atores, primordialmente conquistadas a partir do reconhecimento do outro como potencial parceiro na transformação individual e equilíbrio social.

Tudo o que você precisa saber sobre Terceiro setor a UM CLIQUE de distância!

Imagine como seria maravilhoso acessar uma infinidade de informações e capacitações - SUPER ATUALIZADAS - com TUDO - eu disse TUDO! - o que você precisa saber para melhorar a gestão da sua ONG?

Imaginou? Então... esse cenário já é realidade na Rede Filantropia. Aqui você encontra materiais sobre:

Contabilidade

(certificações, prestação de contas, atendimento às normas contábeis, dentre outros)

Legislação

(remuneração de dirigentes, imunidade tributária, revisão estatutária, dentre outros)

Captação de Recursos

(principais fontes, ferramentas possíveis, geração de renda própria, dentre outros)

Voluntariado

(Gestão de voluntários, programas de voluntariado empresarial, dentre outros)

Tecnologia

(Softwares de gestão, CRM, armazenamento em nuvem, captação de recursos via internet, redes sociais, dentre outros)

RH

(Legislação trabalhista, formas de contratação em ONGs etc.)

E muito mais! Pois é... a Rede Filantropia tem tudo isso pra você, no plano de adesão PRATA!

E COMO FUNCIONA?

Isso tudo fica disponível pra você nos seguintes formatos:

  • Mais de 100 horas de videoaulas exclusivas gratuitas (faça seu login e acesse quando quiser)
  • Todo o conteúdo da Revista Filantropia enviado no formato digital, e com acesso completo no site da Rede Filantropia
  • Conteúdo on-line sem limites de acesso no www.filantropia.ong
  • Acesso a ambiente exclusivo para download de e-books e outros materiais
  • Participação mensal e gratuita nos eventos Filantropia Responde, sessões virtuais de perguntas e respostas sobre temas de gestão
  • Listagem de editais atualizada diariamente
  • Descontos especiais no FIFE (Fórum Interamericano de Filantropia Estratégica) e em eventos parceiros (Festival ABCR e Congresso Brasileiro do Terceiro Setor)

Saiba mais e faça parte da principal rede do Terceiro Setor do Brasil:

Acesse: filantropia.ong/beneficios

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book Como começar uma⠀ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book 18 PASSOS essenciais para ajudar sua ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

EDITAIS
23.290
Oportunidades Cadastradas
9.597
Modelos de Documentos
4.132
Concedentes que Repassam Recursos
Prazo
1 Out
2021
The Land Accelerator - América Latina
Prazo
1 Ago
2021
AAAS Kavli Science Journalism Awards
Prazo
Contínuo
Super Desafio COVID-19 - Startups
Prazo
10 Ago
2021
The Chelsea International Photography Competition 2021
Prazo
5 Jun
2021
Prêmio Excelência em Competitividade 2021
Prazo
15 Dez
2021
Premio Iteramericano a Las Buenas Práticas para el...
Prazo
15 Jun
2021
FAPESP / M-ERA.NET 2021 – Ciência de Materiais e...
Prazo
Contínuo
Adobe Creative Residency Community Fund
Prazo
15 Jun
2021
Professional Fellowship 2021
Prazo
15 Jun
2021
2º Call for Partnerships - Global Media Defence Fund

PARCEIROS VER TODOS