Moralizando A Ética

Por: Marcio Zeppelini, Thaís Iannarelli
06 Julho 2015 - 14h00

Muitos confundem moral e ética. Apesar de estarem intimamente  ligados, são dois conceitos diferentes que se complementam.

Para ser ético, necessariamente é preciso ser moral, ou seja, obedecer  regras e costumes, mandamentos culturais e religiosos e atender às expectativas  dentro de uma hierarquia pré-estabelecida.

Já a ética vai um pouco além: é o fundamento teórico e prático, baseado  no pensamento humano, acerca do modo de viver das pessoas – de  forma justa e equalitária.

Tanto a ética quanto a moral estão sendo bastante faladas nos últimos  meses. Com escandalosos casos de corrupção pública, diante da indignidade  popular – já que a ética da maioria dos seres humanos não permitiria  tais transgressões – os brasileiros clamam por mudanças imediatas na  forma de conduzir nosso país e seus equipamentos públicos.

Mas será que a falta de ética – e, consequentemente, de moral – está  só no Governo?

É louvável que milhões de brasileiros saiam às ruas para protestar  – seja lá pelo que for. Mas será que é um comportamento ético ir  protestar de transporte público quando, no restante dos dias do mês,  anda-se de carro?

Será que é eticamente correto escrachar os motoboys  às ruas, de dentro de seus carros com ar-condicionado e, mais tarde,  pedir uma refeição delivery?

Sem contar outras atividades comuns no dia-a-dia dos brasileiros,  como a famosa “furadinha de fila”, o DVD comprado na “barraquinha”,  ou a “ajudinha” para se tirar uma carta de habilitação.

É o momento de repensarmos nossa atuação humana como um  todo. A ética está (ou não) no nosso dia a dia, em nossas relações e ações  humanas. A ética não é só cumprir regras, mas acreditar nelas e saber que  existem para a garantia do direito de todos. E que não é porque não há  algum tipo de fiscalização que ela possa ser transgredida.

A ética está intimamente ligada à justiça social – o que é bom para  uns não pode ser prejudicial a outros. Simples assim.

E você, como aplica a ética no dia a dia?

Abraços sustentáveis!

Tudo o que você precisa saber sobre Terceiro setor a UM CLIQUE de distância!

Imagine como seria maravilhoso acessar uma infinidade de informações e capacitações - SUPER ATUALIZADAS - com TUDO - eu disse TUDO! - o que você precisa saber para melhorar a gestão da sua ONG?

Imaginou? Então... esse cenário já é realidade na Rede Filantropia. Aqui você encontra materiais sobre:

Contabilidade

(certificações, prestação de contas, atendimento às normas contábeis, dentre outros)

Legislação

(remuneração de dirigentes, imunidade tributária, revisão estatutária, dentre outros)

Captação de Recursos

(principais fontes, ferramentas possíveis, geração de renda própria, dentre outros)

Voluntariado

(Gestão de voluntários, programas de voluntariado empresarial, dentre outros)

Tecnologia

(Softwares de gestão, CRM, armazenamento em nuvem, captação de recursos via internet, redes sociais, dentre outros)

RH

(Legislação trabalhista, formas de contratação em ONGs etc.)

E muito mais! Pois é... a Rede Filantropia tem tudo isso pra você, no plano de adesão PRATA!

E COMO FUNCIONA?

Isso tudo fica disponível pra você nos seguintes formatos:

  • Mais de 100 horas de videoaulas exclusivas gratuitas (faça seu login e acesse quando quiser)
  • Todo o conteúdo da Revista Filantropia enviado no formato digital, e com acesso completo no site da Rede Filantropia
  • Conteúdo on-line sem limites de acesso no www.filantropia.ong
  • Acesso a ambiente exclusivo para download de e-books e outros materiais
  • Participação mensal e gratuita nos eventos Filantropia Responde, sessões virtuais de perguntas e respostas sobre temas de gestão
  • Listagem de editais atualizada diariamente
  • Descontos especiais no FIFE (Fórum Interamericano de Filantropia Estratégica) e em eventos parceiros (Festival ABCR e Congresso Brasileiro do Terceiro Setor)

Saiba mais e faça parte da principal rede do Terceiro Setor do Brasil:

Acesse: filantropia.ong/beneficios

PARCEIROS VER TODOS