Alô Brasil, o nosso povo quer mais!

Por: Marcio Zeppelini
01 Janeiro 2008 - 00h00

Com o tema “Vai-Vai acorda Brasil. A saída é ter esperança”, a Escola de Samba Vai-Vai conquistou o Carnaval de São Paulo neste ano, pregando que a educação, além de representar o futuro de uma nação, é a principal esperança para se diminuir a violência urbana e a desigualdade social.

Mote que talvez não traga nenhuma novidade, afinal as mais de 300 mil organizações sociais brasileiras não só sabem disto como protagonizam no dia-a-dia esta receita dentro de seu campo finito de ação. A inovação talvez esteja na pré-disposição em aliar a arte e o folclore do samba brasileiro – visto e admirado por todo o mundo – com um assunto de tamanha importância para as futuras gerações.

O enredo veio de encontro a diversos movimentos sociais em prol da educação. Entre eles – e muitas vezes encabeçando os demais – está o Todos pela Educação, que possui cinco metas a serem desenvolvidas até o ano de 2022; sendo uma delas a de que 100% dos jovens completem ao menos o ensino médio, e que este seja gerido com qualidade.

Khaled Hosseini escreve em seu livro O Caçador de Pipas que “quando você mata um homem, está roubando uma vida. Está roubando da esposa o direito de ter um marido, roubando dos filhos, um pai. Quando mente, está roubando de alguém o direito de saber a verdade. Quando trapaceia, está roubando o direito à justiça”.

Quando tiramos dos jovens o direito à educação, roubamos deles a oportunidade de uma vida socialmente justa, de ter uma profissão qualificada e à competitividade no mercado de trabalho. Estamos roubando de um ser humano o direito à dignidade.

Estatísticas recentes demonstram que 98% das pessoas têm grau de instrução igual ou superior ao dos pais. Ou seja, se os pais têm a 4ª série, a chance de seus filhos estudarem até o mesmo ano ou ultrapassá-lo é de 98 em 100. Isso significa que, se conseguirmos estabelecer que 100% da população conclua o ensino médio – sanando o analfabetismo funcional por uma única geração –, teremos um futuro sem retrocesso, pois os filhos desta geração tendem a fazer o mesmo esforço dos pais para completar seus estudos e até avançá-los.

Assim, parafraseando o samba-enredo desfilado no Anhembi no início de fevereiro...

Brilhou na arte a esperança e iluminou nossas vidas com o doce afã. Tocando, encantando e transformando as mentes do amanhã com o dom da musicalidade, criando acordes de dignidade. Na grande ópera do Carnaval, a força da cidadania a trilhar. Vamos gritar aos quatro cantos desta pátria mãe gentil: Pra sempre vou te amar, ACORDA BRASIL!

 

“Educação pra ser feliz! Com união, vencer a corrupção. Passar a limpo este país!”

Refrão do samba-enredo da Escola de Samba
Vai-Vai no Carnaval 2008

 

Marcio Zeppelini
[email protected]

EDITAIS FILANTROPIA PLATAFORMA ÊXITOS
22.766
Oportunidades Cadastradas
9.597
Modelos de Documentos
4.060
Concedentes que Repassam Recursos
Prazo
3 Mai
2021
25º Concurso Inovação no Setor Público
Prazo
26 Abr
2021
15º Edital Funcultura Audiovisual
Prazo
Contínuo
Super Desafio COVID-19 - Startups
Prazo
21 Mai
2021
Projetos Sociais por Leis de Incentivo 2021
Prazo
14 Mai
2021
Edital de Seleção - Projetos Sociais
Prazo
11 Mai
2021
Prince Claus Seed Awards 2021
Prazo
10 Mai
2021
Para Mulheres na Ciência 2021
Prazo
Contínuo
Adobe Creative Residency Community Fund
Prazo
17 Mai
2021
PhotoContest 2021
Prazo
23 Mai
2021
9ª Convocatoria de Ayudas

PARCEIROS VER TODOS