INSPIRAÇÕES: Algo deu errado para você nesta semana? - Por Marcio Zeppelini

Por: Instituto Filantropia
13 Maio 2022 - 00h00

9799-email

O Naufrágio

Após um naufrágio, o único sobrevivente estava agradecido por estar vivo e ter conseguido chegar a uma pequena ilha desabitada.

Após vários dias, quando voltava da busca por alimentos, ele encontrou o abrigo que havia construído com madeiras em chamas, envolto em altas nuvens de fumaça.

Vendo aquilo, revoltou-se e gritava, chorando: “como sou azarado… minha vida toda desgraçada e agora ainda me acontece isso!”

Passadas algumas horas, surpreendeu-se com o som de um navio:

– Viemos resgatá-lo – disseram os tripulantes

– E como souberam que eu estava aqui?

– Vimos o seu sinal de fumaça

Nada acontece por acaso!

Vivemos em constante transformação e desenvolvimento de nossa plenitude humana. Como em um joguinho de videogame com diversas fases, nossa vida é recheada de desafios e surpresas. É como se cada ano da nossa vida fosse uma fase do “Candy Crush” superada… existem aquelas mais fáceis de passar, e outras que nos desesperam e nos dão vontade de desistir.

Não importa a condição econômica, a classe social, o gênero ou a região do planeta em que vivemos: qualquer ser humano tem seus desafios, de acordo com a vida que vive. E por maior que seja a desgraça que possa acontecer, ela tem um motivo transformador – uma metamorfose que, dolorosa e demorada, vai fazer com que sua existência evolua para um grau mais elevado.

Seja uma doença, uma falência, uma demissão ou um divórcio… Não importa quais sejam os desafios ou o tamanho da barreira que você tenha que transpassar: esses fatos servirão somente para o seu crescimento, acredite.

Paola Tucunduva era uma empresária em franco crescimento quando viu, em 2004, seu negócio literalmente virar pó: um incêndio destruiu completamente sua lavanderia industrial. Hoje, 13 anos depois, ela tem seu patrimônio triplicado e sabe que aquele grave incidente serviu para lhe dar força e encher o peito de coragem para superar o ocorrido.

Eu abri meu primeiro CNPJ – uma editora – com 17 anos. Fali com 20. Na época foi uma sensação horrível, de incompetência, de derrota. Passados alguns anos, abri outra editora, sem cometer os erros da primeira. Hoje comemoro 22 anos de existência e de sucesso da Zeppelini Editorial. E agradeço por ter falido (e aprendido) cedo.

Por maior que seja a desgraça, ela tem um motivo transformador em sua vida.

Perceba o que está acontecendo em sua vida, respire fundo e ganhe coragem para enfrentar esse desafio que tira seu sono!

Você vai conseguir… acredite!

E depois me escreva para contar como foi, ok?

Beijos inspiradores, abraços transformadores!
Do amigo ZEPPA


Marcio Zeppelini é empresário, empreendedor social, presidente da Rede Filantropia, diretor executivo da Zeppelini Publishers e palestrante inspiracional.

PARCEIROS VER TODOS