Queda nas doações: World Giving Index aponta tendência global

A 10ª edição do CAF World Giving Index (WGI), que mede o grau de solidariedade de nações ao redor do mundo, traz neste exemplar comemorativo um dado preocupante.

A partir da reunião de informações dos países entre 2009 e 2018, verificou-se que o comportamento em torno da doação vem caindo globalmente, principalmente em países mais ricos como Estados Unidos, Canadá e Reino Unido, mesmo com o incremento de ações para o fortalecimento da cultura de doação,

Produzido anualmente pela Charities Aid Foundation (CAF), organização do Reino Unido, o levantamento mapeia o comportamento doador de um país de acordo com três perguntas: 1. Ajudou um estranho ou alguém que você não conhecia que precisava de ajuda?; 2. Doou dinheiro a uma organização?; e 3. Doou seu tempo, ou seja, fez trabalho voluntário em alguma organização?

Nesse cenário, o Brasil ocupa a 74ª posição do ranking geral, com maior destaque na categoria ajudar alguém. O país segue a tendência mundial de equilíbrio entre propensão de homens e mulheres doarem recursos ou tempo. Nas três categorias, o Brasil ocupa as posições 63, 67 e 84, respectivamente. 

Fonte: Gife

PARCEIROS VER TODOS