Uma reforma para o país

Por: Marcio Zeppelini, Thaís Iannarelli
19 Novembro 2017 - 00h00

Finalmente uma reforma trabalhista saiu do papel. Ainda não é um grande avanço, mas o fato de mexer alguma coisa já demonstra movimentação na economia. A Lei 13.467/2017 modificou mais de 100 dos 922 artigos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), alterando as relações entre patrões e empregados. Outras mudanças ocorrerão com o passar do tempo, elevando ainda mais a segurança jurídica de quem contrata e de quem é contratado.

Se por um lado há quem elogie a modernidade do texto, ao flexibilizar as regras e tornar menos burocrática a geração de empregos, por outro, há uma enorme gama de especialistas no tema e de gente que atua no Terceiro Setor criticando a celeridade com que a aprovação ocorreu no Congresso Nacional. Essa parcela acha que faltaram mais discussões entre os parlamentares e, destes, com a sociedade.

De fato, a reforma afeta todos os setores produtivos e trabalhadores do país, entre os quais estão os milhares de gestores e profissionais remunerados (celetistas e terceirizados) que atuam em uma das cerca de 400 mil organizações do Terceiro Setor nacional.

Os sindicatos de trabalhadores, por exemplo, não mais receberão a contribuição sindical obrigatória, equivalente a um dia de trabalho, nem serão mais agentes para a homologação de contratações e dispensas no mercado. A preocupação é evidente, conforme deixa claro o Sindicato dos Empregados em Instituições Beneficentes, Religiosas e Filantrópicas de São Paulo (Seibref), uma das fontes da matéria de capa desta edição da Revista Filantropia.

Em que pese todas as críticas negativas recebidas pela Lei 13.467/2017, é notório que havia uma grande urgência em modernizar a CLT, aprovada em 1943. A nova legislação tem o objetivo de tornar a empregabilidade um fator de crescimento, e não um fardo que desestimule as contratações, como sempre aconteceu no Brasil.

Tanto que a reforma, por pouco, não ficou com cara de "puxadinho", já que diversas mudanças pretendidas pelo empresariado ficaram de fora da reforma.

Mesmo assim, prezamos para que a reforma trabalhista realmente gere mais postos de trabalho nas organizações sociais, abrindo oportunidades para quem, sem sucesso, vem buscando vagas neste disputado mercado há tempos. Por outro lado, que não seja o tipo de reforma geralmente promovida pelo poder público no Brasil em que, após um curto período tempo, apareçam rachaduras, vazamentos e curtos-circuitos.

Boa leitura!

Tudo o que você precisa saber sobre Terceiro setor a UM CLIQUE de distância!

Imagine como seria maravilhoso acessar uma infinidade de informações e capacitações - SUPER ATUALIZADAS - com TUDO - eu disse TUDO! - o que você precisa saber para melhorar a gestão da sua ONG?

Imaginou? Então... esse cenário já é realidade na Rede Filantropia. Aqui você encontra materiais sobre:

Contabilidade

(certificações, prestação de contas, atendimento às normas contábeis, dentre outros)

Legislação

(remuneração de dirigentes, imunidade tributária, revisão estatutária, dentre outros)

Captação de Recursos

(principais fontes, ferramentas possíveis, geração de renda própria, dentre outros)

Voluntariado

(Gestão de voluntários, programas de voluntariado empresarial, dentre outros)

Tecnologia

(Softwares de gestão, CRM, armazenamento em nuvem, captação de recursos via internet, redes sociais, dentre outros)

RH

(Legislação trabalhista, formas de contratação em ONGs etc.)

E muito mais! Pois é... a Rede Filantropia tem tudo isso pra você, no plano de adesão PRATA!

E COMO FUNCIONA?

Isso tudo fica disponível pra você nos seguintes formatos:

  • Mais de 100 horas de videoaulas exclusivas gratuitas (faça seu login e acesse quando quiser)
  • Todo o conteúdo da Revista Filantropia enviado no formato digital, e com acesso completo no site da Rede Filantropia
  • Conteúdo on-line sem limites de acesso no www.filantropia.ong
  • Acesso a ambiente exclusivo para download de e-books e outros materiais
  • Participação mensal e gratuita nos eventos Filantropia Responde, sessões virtuais de perguntas e respostas sobre temas de gestão
  • Listagem de editais atualizada diariamente
  • Descontos especiais no FIFE (Fórum Interamericano de Filantropia Estratégica) e em eventos parceiros (Festival ABCR e Congresso Brasileiro do Terceiro Setor)

Saiba mais e faça parte da principal rede do Terceiro Setor do Brasil:

Acesse: filantropia.ong/beneficios

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book Como começar uma⠀ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book 18 PASSOS essenciais para ajudar sua ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

PARCEIROS VER TODOS