Sarahs, Ruths e as mulheres que lutam por um Brasil melhor

Por: Marcio Zeppelini
01 Maio 2008 - 00h00

Em um país repleto de “primeiras-damas” de gerentes de bancos, destacam-se algumas mulheres que fazem realmente a diferença no mundo em que vivemos.

São esposas, mães, irmãs, fi lhas. São mulheres. Sobretudo, são humanas. No mais perfeito entendimento da palavra filantropia: a junção de filos e tropos – o verdadeiro amor à humanidade. Sarah Kubitschek, Zilda Arns, Viviane Senna, Regininha Moraes... Ruth Cardoso. Mulheres que são ou que foram grandes personalidades à frente de nossa sociedade, desesperada e carente de um seio repleto de afeto pelos nossos compatriotas menos providos de apoio – seja ele econômico, cultural ou, principalmente, afetivo.

Talvez a trajetória da própria natureza feminina, por sua incrível faculdade de dar à luz e amamentar uma criança, ofereça à mulher um sentimento que se sobrepõe ao masculino quando o assunto é solidariedade. Homens são vis, técnicos, capazes de se impor pela força. Enquanto isso, a mulher, com afago e coração valente, prospera e faz mudar o mundo usando o dom da delicadeza, da sabedoria e da soberania familiar, já que compete a ela a condição biológica de genitora.

É como nossa poderosa mente que, com seus lados esquerdo e direito, forma o equilíbrio. Nessa junção, o setor social é a prova de que necessitamos sempre de dois pesos e duas medidas. O amor sentimental feminino se une à racionalidade masculina, a fi m de fortalecer a luta pela construção de um mundo mais justo, mais saudável e mais pacífi co, já que as guerras e violências mundanas são justamente caracterizadas pela ausência desse equilíbrio.

Da união entre feminino e masculino formou-se o casal Ruth e Fernando Henrique Cardoso, a quem dedico este editorial, e que serve de exemplo ao Terceiro Setor quanto à necessidade de se praticar a sensibilidade e a racionalidade conjuntamente em suas ações, no processo de sustentabilidade social.

Ruth, seus ensinamentos foram bem aprendidos e, como os passos de Sarah Kubitschek, serão seguidos por longos anos pelos que atuam no setor social.

Fique com Deus.

“Espero que nosso discernimento cresça juntamente com nosso poder, e nos ensine que quanto menos usarmos o poder maior ele será”
(Thomas Jefferson, ex-presidente dos EUA)

EDITAIS FILANTROPIA PLATAFORMA ÊXITOS
19.586
Oportunidades Cadastradas
9.597
Modelos de Documentos
3.490
Concedentes que Repassam Recursos
Prazo
Paranapanema - Doações e Patrocínios
Prazo
Aceleradora P&G Social
Prazo
31 Dez
2020
IberCultura Viva 2020
Prazo
1 Ago
2020
Todos os olhos na Amazônia
Prazo
1 Ago
2020
The IFREE Small Grants Program
Prazo
4 Set
2020
Ideias para o Futuro
Prazo
30 Nov
2020
Stop Slavery Award 2021
Prazo
31 Dez
2020
Patrocínios e Doações - Instituto Usiminas
Prazo
Patrocínio BS2
Prazo
Matchfunding Enfrente o Corona

PARCEIROS VER TODOS