Nove em cada dez brasileiros fizeram doações ou realizaram trabalhos voluntários durante a pandemia

Por: Instituto Filantropia
30 Julho 2020 - 00h00

Que o povo brasileiro é solidário, todo mundo já sabe. Isso fica claro principalmente em episódios como catástrofes naturais e tragédias provocadas por negligência ou erro humano – quando doações em dinheiro, alimentos, roupas e produtos são enviados de todo o país.

Este movimento agora é mais uma vez confirmado, durante a pandemia do novo coronavírus, de acordo com a pesquisa “Eu ajudo, Tu ajudas, Todos ajudam!”, em que a Rede Filantropia ouviu a opinião de 450 pessoas com mais de 18 anos de todos os Estados, e até residentes em outros países, na tentativa de entender o quanto e como nos solidarizamos em tempos difíceis.

Segundo o levantamento, aplicado por meio de 19 questões de múltipla escolha, a partir de formulário gerado no Google Docs, 89,8% dos entrevistados assinalaram ter feito, durante a pandemia e o isolamento social, doações em dinheiro, roupas, alimentos, medicamentos e até tempo em trabalhos voluntários.

Desse total, 20,7% disseram já ter realizado ambas as ações – doações e trabalho voluntário para alguma organização da sociedade civil ou iniciativa social.

“Embora não tenha cunho científico, a pesquisa visa entender o comportamento filantrópico do brasileiro, reconhecido mundialmente por se engajar em causas de ordem social, inclusive em momentos como este que estamos passando”, afirma o presidente da Rede Filantropia, Marcio Zeppelini.

O levantamento mostra ainda que entre as pessoas que realizaram alguma doação durante a pandemia da Covid-19, a maioria (41,6%) o fez de duas a quatro vezes por ano; 35,6% doaram somente uma vez por mês; e 13,1% optaram por fazer uma doação única até o momento.

Mesmo quando a pandemia terminar e chegarmos ao "novo normal", as doações deverão continuar ocorrendo periodicamente, conforme apontaram 77,3% dos participantes. De outro lado, 18,2%, pretendem aumentar a quantidade de doações e horas voluntárias.

Em relação ao volume de doações em espécie, a pesquisa mostrou um volume de doações maior, na faixa entre R$ 50 e 200, em comparação ao que se fazia antes da pandemia. As pessoas relataram pretender continuar com esta estratégia após o fim desta emergência sanitária.

Quase 65% (64,9%) se consideraram mais solidários e perceptivos a questões humanitárias como fome, saúde e renda básica, e da mesma forma sobre questões ambientais, políticas públicas e questões globais.

Dos 450 participantes, mais da metade (56,4%) é do estado de São Paulo; 8,2% estão em Minas Gerais; 6,2%, no Rio de Janeiro; 4,2% em Santa Catarina; 3,8% no Paraná; e 3,6% na Bahia.

Sobre a Rede Filantropia

Idealizada no início dos anos 2000 pelo seu presidente Marcio Zeppelini, a Rede Filantropia é uma plataforma de disseminação de conhecimento técnico para o Terceiro Setor, que busca profissionalizar a atuação das instituições por meio de treinamentos, publicações, palestras, debates, entre outras iniciativas.

Atuando desde 2002, a Rede Filantropia reúne atualmente cerca de 3 mil associações e fundações sem fins lucrativos, além de atingir mensalmente mais de 100 mil players sociais, formados por projetos nas áreas de educação, meio ambiente, saúde, cultura, ciência e pesquisa, além de empresas engajadas socialmente.

Além de promover diversos treinamentos e eventos on-line e presenciais, destaca-se por organizar, desde 2014, o Fórum Interamericano de Filantropia Estratégica (FIFE), maior evento deste tipo na América Latina, que já recebeu, quase 4 mil participantes em suas 6 edições.

Saiba mais em www.filantropia.ong.

Fonte: Rede Filantropia


 

Tudo o que você precisa saber sobre Terceiro setor a UM CLIQUE de distância!

Imagine como seria maravilhoso acessar uma infinidade de informações e capacitações - SUPER ATUALIZADAS - com TUDO - eu disse TUDO! - o que você precisa saber para melhorar a gestão da sua ONG?

Imaginou? Então... esse cenário já é realidade na Rede Filantropia. Aqui você encontra materiais sobre:

Contabilidade

(certificações, prestação de contas, atendimento às normas contábeis, dentre outros)

Legislação

(remuneração de dirigentes, imunidade tributária, revisão estatutária, dentre outros)

Captação de Recursos

(principais fontes, ferramentas possíveis, geração de renda própria, dentre outros)

Voluntariado

(Gestão de voluntários, programas de voluntariado empresarial, dentre outros)

Tecnologia

(Softwares de gestão, CRM, armazenamento em nuvem, captação de recursos via internet, redes sociais, dentre outros)

RH

(Legislação trabalhista, formas de contratação em ONGs etc.)

E muito mais! Pois é... a Rede Filantropia tem tudo isso pra você, no plano de adesão PRATA!

E COMO FUNCIONA?

Isso tudo fica disponível pra você nos seguintes formatos:

  • Mais de 100 horas de videoaulas exclusivas gratuitas (faça seu login e acesse quando quiser)
  • Todo o conteúdo da Revista Filantropia enviado no formato digital, e com acesso completo no site da Rede Filantropia
  • Conteúdo on-line sem limites de acesso no www.filantropia.ong
  • Acesso a ambiente exclusivo para download de e-books e outros materiais
  • Participação mensal e gratuita nos eventos Filantropia Responde, sessões virtuais de perguntas e respostas sobre temas de gestão
  • Listagem de editais atualizada diariamente
  • Descontos especiais no FIFE (Fórum Interamericano de Filantropia Estratégica) e em eventos parceiros (Festival ABCR e Congresso Brasileiro do Terceiro Setor)

Saiba mais e faça parte da principal rede do Terceiro Setor do Brasil:

Acesse: filantropia.ong/beneficios

PARCEIROS VER TODOS