-

Oficina Intensiva em Contabilidade do Terceiro Setor

Carga Horária: 32h

Com: Ricardo Monello, Alexandre Chiaratti, Marcelo Monello, Mateus Yutaki, Carlos Silva, Geraldo Nonato, Cláudio Ramos, Rafael Valle

Conhecer a estrutura e o funcionamento das áreas contábil, jurídica e administrativa da entidade é imprescindível para os gestores de organizações sociais, e pode significar a diferença entre o sucesso e o fracasso na hora de encampar um projeto, isto porque se tratam de áreas que a todo instante passam por mudanças.
 
Nesta oficina, com professores renomados, os participantes receberão e atualizarão conhecimentos acerca dos seguintes temas: novas obrigações em meio digital e seus impactos na contabilidade, no RH e na gestão das organizações; casos práticos de preenchimento dos módulos do Sped para as entidades; normas contábeis aplicáveis às entidades do Terceiro Setor; demonstrações contábeis e notas explicativas; impactos decorrentes das alterações na lei das entidades beneficentes e na legislação tributária das entidades sem fins lucrativos em geral.
 
Também serão abordados: o novo Marco Regulatório das parcerias entre estado e organizações da sociedade civil – Lei Federal nº 13.019/2014 (alterada pela Lei nº 13.204/2015) – aspectos práticos; aspectos estratégicos dos estatutos e a organização jurídica; auditoria trabalhista – prevenção de riscos e responsabilizações trabalhistas e previdenciárias; controles internos nas organizações – asseguração; riscos e responsabilidades dos dirigentes e contabilistas.
 
Coordenação Pedagógica:
 
Prof. Ricardo Roberto Monello (coordenação-geral)
Prof. Alexandre Chiaratti
 

Programação da semana
 
Segunda-feira, 23 de outubro
 
9h – Abertura e apresentação do evento e dos participantes (Integração)
 
9h30 – Normas Contábeis aplicáveis às entidades do Terceiro Setor (Professores: Alexandre Chiaratti e Mateus Ferreira)
  • Principais Normas Brasileiras de Contabilidade aplicáveis ao Terceiro Setor
  • Principais normas legais e seus efeitos na contabilidade das entidades
  • Plano de contas
  • Aspectos específicos da contabilidade dessas entidades
12h30 – Almoço
 
13h30 – Continuação do tema
 
15h – Coffee-break
 
15h20 - Retorno às atividades
 
18h – Encerramento das atividades

Terça-feira, 24 de outubro

9h – Elaboração de demonstrativos contábeis e notas explicativas (exercícios práticos)
(Professores: Geraldo Nonato, Marcelo Monello e Rafael Valle)
 
  • Demonstrações contábeis
    • Balanço patrimonial
    • Demonstrativo do resultado do período
    • Demonstrações do patrimônio líquido
    • Demonstração do fluxo de caixa
    • Notas explicativas
    • Publicação das demonstrações contábeis
    • Relatório da administração
    • Parecer do conselho fiscal
    • Relatório dos auditores
12h30 – Almoço
 
13h30 – Continuação do tema
 
15h – Coffee-break
 
15h20 – Retorno às atividades
 
18h – Encerramento das atividades

Quarta-feira, 25 de outubro

9h – Controles internos aplicáveis às entidades do Terceiro Setor (Professores: Rafael Valle e Tadeu Spitaleri).
  • Situações concretas vivenciadas pelas equipes de auditoria e dicas práticas
  • Conceitos, objetivos e definições gerais
  • Princípios de controle interno e como implantar
  • Pontos relevantes observados em auditorias e resolução dos casos
  • Aspectos gerais sobre compliance nas entidades
  • Asseguração das demonstrações contábeis através de um bom ambiente de controles internos
  • Contribuições da auditoria independente
12h30 – Almoço
 
13h30 – Prestação de contas na nova Lei de Parcerias (Lei nº 13.019/2014) (Professor: Marcelo Monello)
  • Prestação de contas na nova Lei de Parcerias e sua regulamentação
  • Normas técnicas aplicáveis
  • Aspectos relevantes das Leis nº 12.101/2009 e nº 13.019/2014
  • Obrigações fiscais e acessórias
  • Plano de trabalho
  • Relatórios de atividades
15h – Coffee-break
 
15h20 - Retorno às atividades
 
18h – Encerramento das atividades

Quinta-feira, 26 de outubro

9h – O Sped e REINF (Professores Priscila Brandolt e Carlos Silva)
  • ECD/ECF/EFD/ EFD -REINF (módulos fiscais e contábeis)
     
    • Entidades Imunes / Isentas e o alcance do SPED
      • SPED - Fiscalização do art.29, Lei 12.101/09
         
    • Escrituração SPED e Normas CFC
       
    • Interação/cruzamentos entre EFD-Contribuições x ECD x ECF x EFD REINF
      • Escrituração faturamento para apuração de COFINS e PIS
      • Escrituração de livros contábeis
      • Escrituração para apuração de IR / CSLL
      • Retenções de IRF, PIS/PASEP, COFINS, CSLL e INSS na contratação de serviços de terceiros
         
    • Plano de Contas Institucional e Plano de Contas Referencial
      • Plano de contas exclusivo para ESFL
      • Utilização na escrituração contábil
      • É possível o uso de estrutura de resultados por centros de custos?
      • Exercícios Práticos 
         
    • Apresentação das Demonstrações Contábeis
      • Como cumprir a exigência da segregação de atividades?
      • Exercícios Práticos 
         
    • Impacto na Apuração Fiscal
      • Quais informações são apuradas na escrituração fiscal e na nova obrigação acessória EFD – REINF.

    EFD – REINF

  • Aspectos conceituais
    • O que é o EFD – REINF;
    • Entidades obrigadas a entrega;
    • Cronograma para entrega dos eventos; e
    • Retificação.
       
  • Eventos de Tabelas
    • R-1000 - Informações do contribuinte;
    • R-1070 - Tabela de processos administrativos/judiciais;
    • R-2010 - Retenção contribuição previdenciária - prestadores de Serviços;
    • R-2020 - Retenção contribuição previdenciária - tomadores de serviços;
    • R-2030 - Recursos recebidos por associação desportiva;
    • R-2040 - Recursos repassados para associação desportiva;
    • R-2060 - Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta – CPRB;
    • R-2070 - Retenções na fonte - IR, CSLL, Cofins, PIS/PASEP - pagamentos diversos;
    • R-2098 - Reabertura dos eventos periódicos;
    • R-2099 - Fechamento dos eventos periódicos;
    • R-3010 - Receita de espetáculo desportivo;
    • R-5001 - Informações das bases e dos tributos consolidados por contribuinte; e
    • R-9000 - Exclusão de eventos
       
  • Pontos de Atenção
    • Integração dos setores envolvidos (Contábil x Fiscal x RH x Financeiro x Jurídico)
       
  • Demandas práticas (formação de grupos multidisciplinares)
12h30 – Almoço
 
13h30 – Continuidade do tema
 
15h – Coffee-break
 
15h20 - Retorno às atividades
 
18h – Encerramento da Oficina.
 
*Nota: conteúdo, temas, palestrantes e horários, sujeitos à alteração ou ajustes sem prévio aviso.

Público-alvo
  • Gestores de organizações sociais que tenham parceria com a administração pública e aqueles que planejam ter, captadores de recursos e empreendedores sociais.
  • Administradores, contadores e advogados ligados ao Terceiro Setor e representantes da administração pública que precisam atualizar conhecimentos sobre o tema.
Palavras-chave
  • Contabilidade, Terceiro Setor, Cebas, imunidade, isenção, Sped, compliance, demonstrações contábeis, controles internos, transparência.

 

Realização:


®2018 ➤ Instituto Filantropia - (L)

 

Ricardo Monello

Contador, auditor e advogado e pós-graduado em direito educacional e direito processual tributário, é sócio da Advocacia Sergio Monello, sócio-fundador da Audisa Auditores Associados e editor técnico e colunista da revista Filantropia. Professor de direito e contabilidade para o Terceiro Setor na Escola Superior de Advocacia (ESA) da OAB-SP e professor-convidado em cursos de pós-graduação em diversas instituições de ensino superior, é diretor jurídico e membro do grupo de trabalho sobre o Projeto da Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento (Fenacon) e diretor-secretário do Instituto Fenacon – Educação e Tecnologia. É também membro da Comissão de Direito do Terceiro Setor da OAB-SP e membro do Instituto dos Advogados de São Paulo (Iasp) e da diretoria da Associação das Empresas de Serviços Contábeis no Estado de São Paulo (Aescon-SP).

Alexandre Chiaratti

Graduado em ciências contábeis pela PUC-SP, auditor e especialista em finanças pela FGV-SP, tem mais de 15 anos de experiência em entidades do Terceiro Setor. É pós-graduado em gestão de organizações do Terceiro Setor pelo Mackenzie.

Marcelo Monello

Contador e engenheiro, especializado em administração pela PUC-SP, é sócio-diretor do escritório contábil Dom Bosco – Monello Contadores e editor técnico da revista Filantropia. Membro do grupo de estudos do Terceiro Setor do Conselho Federal de Contabilidade (CFC) e conselheiro do Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo (CRCSP), é coordenador da Comissão CRC Social do CRCSP e do Fórum Municipal de Entidades Beneficentes de Assistência Social de São Paulo (Febas). Foi presidente do Conselho Municipal de Assistência Social de São Paulo (2006-08).

Mateus Yutaki

Graduado em ciências contábeis com MBA em auditoria, é sócio da Audisa Auditores Associados. Com mais de 13 anos de experiência no Terceiro Setor, aplica cursos e treinamentos de pessoal direcionados à consultoria, auditoria e perícia.

Carlos Silva

Administrador de empresas e sócio da Audisa Consultores Associados, com mais de 11 anos de experiência no Terceiro Setor.

Geraldo Nonato

Graduado em ciências contábeis, possui MBA em auditoria e é sócio de auditoria da Audisa Auditores Associados.

Cláudio Ramos

Advogado, Economista, Profissional da Contabilidade, Consultor, Palestrante da OAB/SP e CRC/SP, Professor da Escola Aberta do Terceiro Setor, Instrutor do Marco Legal do Terceiro Setor do Instituto GESC (FIA), membro da Comissão de Direito do Terceiro Setor da OAB/SP (Coordenador de Tecnologia da Informação do Terceiro Setor), Presidente da Comissão de Direito do Terceiro Setor da Subseção de Osasco da OAB/SP, pós-graduado em Direito Educacional, Direito Digital e Gestão de Instituições de Ensino e Docência do Ensino Superior.

Rafael Valle

Bacharel em contabilidade pela Universidade São Judas Tadeu, com especialização em contabilidade internacional pela PUC-SP, é supervisor de auditoria da Audisa Auditores. Possui larga experiência em auditoria de empresas e entidades do Terceiro Setor.

Turma(s) Aberta(s)

Nenhuma turma agendada.

Sobre o pagamento:

  • Não aceitamos depósito em conta corrente;
  • Pagamentos em boleto serão liberados no dia útil seguinte, após comprovação do estabelecimento bancário;
  • Parcelamento só pode ser feito com cartão de crédito.

O que está includo no investimento:

  • Material didático, apostilas ou livros
  • 32 horas de atividades pedagógicas
  • welcome coffee e cofee-break à tarde

O que não está incluso no investimento:

  • Almoço, jantar e bebidas
  • Estacionamento (na região, preço médio entre R$ 10,00 a R$ 15,00 / período de 12h)
  • Passagens aéreas

Passagens aéreas: 

Para sua comodidade, peça uma simulação de valores e horários de passagens aéreas com nossa agência de turismo oficial. 

Seiva Turismo
(11) 2973-6469 - atendimento@seivaturismo.com.br


IMPORTANTE: Os custos com passagens são de inteira responsabilidade do participante.

Indicação de hospedagem

★★★★ Quality Suites Bela Cintra. Rua Bela Cintra, 521. Fone (11) 3728-0800
Mais requintado e sofisticado, fica a 2 quarteirões (350 metros) do Instituto Filantropia e também dá para ir a pé. Diária especial para alunos Filantropia R$ 289 para até 2 pessoas + 5% de ISS. Terceira pessoa no mesmo quarto, acréscimo de R$ 60. Reservas: Clique aqui
 
Informar o código FILANTROPIA no ato da reserva
 

Para outras informações sobre o treinamento:
(11) 2626-4019 - eventos@institutofilantropia.org.br

Termo de Inscrição

  • A organização sem fins lucrativos INSTITUTO FILANTROPIA, CNPJ: 16.793.297/0001-20, doravante denominada simplesmente como ORGANIZADORA, neste momento está sendo contratada para ministrar o curso em questão e se compromete a zelar pela qualidade e integridade do programa oferecido.
  • A ORGANIZADORA poderá cancelar ou adiar o evento com aviso de, no mínimo, 48 horas de antecedência. Neste caso, o PARTICIPANTE poderá optar por:
    • REEMBOLSO: A devolução dos valores pagos pelo PARTICIPANTE na inscrição do treinamento deverá ser feita pela ORGANIZADORA em até 10 (dez) dias úteis a contar da data da solicitação.
    • CRÉDITO: O participante também poderá optar por realizar o curso na nova data ou utilizar o crédito para fazer outro curso de mesma carga horária.
  • A  opção desejada (REEMBOLSO OU CRÉDITO) deverá ser informada à ORGANIZADORA por e-mail ou telefone em um prazo de 6 meses a partir da data de inscrição.
  • Em nenhuma hipótese serão reembolsadas despesas extras do participante, como passagens ou hospedagem.
  • A vaga do participante no evento somente será reservada após a devida comprovação de pagamento pela instituição financeira.
  • A troca de participante será permitida com até um dia de antecedência ao evento. A mesma deverá ser informada à ORGANIZADORA por e-mail ou telefone.
  • Em caso de desistência do participante, o CANCELAMENTO de uma inscrição somente poderá ser realizado mediante solicitação por e-mail.
    • Aviso com 7 (sete) dias ou mais de antecedência: devolução integral do valor investido em até 30 (trinta) dias ou troca por inscrição em evento de igual valor, a critério do participante.
    • Aviso com 2 (dois) a 6 (seis) dias de antecedência: devolução de 50% do valor investido em até 30 (trinta) dias ou troca por inscrição em evento de igual valor, a critério do participante.
    • Menos de 48 horas de antecedência: Não há devolução do valor investido e nem troca por bolsas.
  • Inscrições efetuadas com a opção de pagamento por NOTA DE EMPENHO não podem ser canceladas sob qualquer hipótese.
  • A ausência ou atraso do participante no(s) dia(s) do evento, sob qualquer hipótese, não dará direito a REEMBOLSO OU CRÉDITO.
  • A ORGANIZADORA fica autorizada a captar fotografias, vídeos e áudios antes, durante e após o evento e seus intervalos. O PARTICIPANTE cede o Direito de Imagens sobre esse material para  ORGANIZADORA utilizar ÚNICA E EXCLUSIVAMENTE para divulgação de eventos e seus produtos, cessado o uso para outros fins.
  • A opinião e informações expressadas pelos facilitadores e demais participantes do treinamento são de responsabilidade exclusiva dos mesmos, não caracterizando necessariamente a opinião do Instituto Filantropia.