Você se sente inferior a alguém?

Por: Marcio Zeppelini
05 Outubro 2014 - 19h02

Voc se sente inferior a algum

O Mestre e o Espadachim

Era uma vez um jovem espadachim que foi visitar um mestre zen. Ao encontrar-se com o mestre, ele não pode conter o sentimento de inferioridade.

Confuso com aquele sentimento, o espadachim se dirigiu ao mestre e perguntou: - Mestre, por que me sinto inferior a você? Porque esse sentimento veio de forma incontrolável?

O mestre respondeu: - Ao cair da noite você terá a resposta.

O dia passou lentamente e, enfim, anoiteceu. O espadachim continuava incomodado pelo sentimento que o atormentava.

Ele viu que o mestre observava a lua através da janela. Então, aproximou-se e perguntou: - Por que continuo com esse sentimento, mestre?

O mestre zen, então, pediu ao espadachim que observasse duas árvores do jardim. Elas estavam lado a lado, uma era grande e a outra pequena. A lua cheia iluminava o jardim todo, inclusive as duas árvores.

Depois de um tempo em silêncio, o mestre zen perguntou ao espadachim: - Por acaso você acha que alguma dessas duas árvores se sente superior ou inferior uma à outra?

E o espadachim respondeu: - Não.

- E por quê? - perguntou o mestre.

O jovem espadachim refletiu por um momento e encontrou a resposta: - Elas não se sentem assim porque não se comparam.

Do livro: Valores Humanos – a revolução necessária, Izabel Ribeiro

Nós somos únicos!

Há pessoas que tem mais dinheiro que outras. Há pessoas que possuem maior facilidade de raciocínio lógico que outras. Algumas sabem dançar, algumas sabem jogar futebol. Outras falam inglês, outras mal falam sua lingua natal. Umas viajam mais, outras amam mais, outras, ainda, riem mais.

A grama do vizinho é mais verde se você comparar! Se você cuidar da sua e tratar de deixá-la mais verde, sem comparar com outras, verás que o “seu jardim” tem uma beleza única. E o importante não é saber se ele é mais ou menos florido do que o de outros - mas apenas perceber que:
1. Seu “jardim” é florido e você está contente com as flores dele; e
3. Você pode deixa-lo ainda mais florido se dedicar-se nele.

O "jardim" que eu digo pode ser o seu trabalho, a sua família, a sua conta bancária. Enfim… Em todos os campos de sua vida, mire e agradeça o que você TEM e comprometa-se e empenhe-se em manter e melhorá-lo sempre!

Por outro ângulo, há pessoas que veem o seu jardim ruim, mas dizem: “pelo menos o de fulano é pior”. Erro igualmente desencorajador, já que nivelar-se por baixo nunca será algo construtivo.

Vai lá: regue suas plantas e veja como é possível adubá-las para que ele se torne mais atrativo aos seus olhos!

PARCEIROS VER TODOS