Você sabe jogar Damas?

Por: Marcio Zeppelini
05 Outubro 2014 - 18h51

Voc sabe jogar Damas

O Jogo de Damas

Num remoto vilarejo, um respeitado rabino entrou na casa de estudos, num momento em que não o esperavam e encontrou seus discípulos jogando o jogo de damas, quando deveriam estar estudando as leis sagradas, como era o costume naqueles tempos. Quando viram o Mestre ficaram confusos sem saber o que fazer. Pararam o jogo imediatamente.

Um dos discípulos, envergonhado, tentou desculpar-se: "Nos perdoe, Mestre. Apenas queríamos nos distrair um pouco!"

O velho fez um gesto bondoso e perguntou: "Vocês conhecem as regras do jogo de damas?"

Como ninguém respondeu, ele mesmo tratou de responder: "Vou lhes dizer quais são as regras:
1. Não se pode fazer duas jogadas por vez.
2. Somente se pode mover para frente e não para trás.
3. Quando se chega lá na última fila, você está livre para ir aonde quiser.
Vocês estão aprendendo lições muito importantes sobre a nossa existência. Prossigam em seu jogo, por favor, prossigam!"

Um passo de cada vez, sempre avançando!

O Jogo de Damas pode ser realmente um ensinamento sobre nossa existência. Não dá simplesmente para "chegar lá" - seja o lá onde for - sem que façamos um percurso, às vezes demorado e cheio de obstáculos.

Olhar para frente e colocar nossas metas como prioridade. Nunca olhar para trás, pensando que deixou algo no passado que não possa ser recuperado. Assim é o jogo de damas, assim é o jogo da vida. E no mesmo jogo de damas, os derrotados sempre dizem "se aquela jogada eu tivesse feito diferente…." E os fracassados na vida dizem o mesmo, olhando para trás e lamentando-se não ter feito isso ou aquilo.

Faça a sua jogada: MUDE! Corra atrás de seus ideais e nunca se arrependa de algo que tenha feito.

A frase de Roosevelt que coloco no rodapé dessa mensagem eu li pela primeira vez aos meus 12 anos. Imediatamente me identifiquei e passei a usá-la como lema de vida.

Faça o mesmo!

Abraços sustentáveis,

PARCEIROS VER TODOS