Você é do tipo “fala muito”?

Por: Marcio Zeppelini
17 Outubro 2014 - 16h17

carroca

Barulho de Carroça

Certa manhã, meu pai convidou-me a dar um passeio no bosque e eu aceitei com prazer. Ele se deteve numa clareira e depois de um pequeno silêncio me perguntou:
- Além do cantar dos pássaros, você está ouvindo mais alguma coisa?
Apurei os ouvidos alguns segundos e respondi:
- Estou ouvindo um barulho de carroça.
- Isso mesmo, disse meu pai. É uma carroça vazia ...
- Como pode saber que a carroça está vazia, se ainda não a vimos? - Perguntei ao meu pai.
- Ora, - respondeu meu pai - É muito fácil saber que uma carroça está vazia, por causa do barulho. Quanto mais vazia a carroça maior é o barulho que faz.


Cão que muito ladra não morde.

Sempre que vejo uma pessoa falando demais, inoportuna, interrompendo a conversa de todo mundo, me lembro imediatamente dessa metáfora. Quanto mais vazia a carroça, mais barulho ela faz…

Normalmente é assim: pessoas que “ abem" demais, que “ azem" demais, que de “ udo" entendem, na verdade, estão exteriorizando uma carência de atenção, de acolhimento. São pessoas que precisam ter sempre alguém concordando com elas e raramente param para escutar - querem ser escutadas somente.

Assim como aquelas que “nunca tem tempo”, que sempre estão assoberbadas de tarefas, que recusam interesses alheios, pode reparar: são as que mais se preocupam somente com o próprio umbigo.

Procure sempre ouvir o ambiente, as pessoas e sentir naquela situação o que de fato será interessante você falar ou quais experiências contar. Seja seletivo, pois isso demonstrará seu verdadeiro conteúdo.

Tenha um excelente final de semana - mas sem muito barulho, hein?

Abraços sustentáveis!

PARCEIROS VER TODOS