Você já desistiu de seu sonho?

Por: Marcio Zeppelini
01 Outubro 2017 - 00h55

382

Todo mundo tem um sonho

Há alguns anos, aceitei uma atribuição numa cidade do sul para trabalhar em uma obra assistencial do governo. Atuei com um grupo de pessoas bem carentes, de diferente grupos raciais e famílias. Seriam reuniões semanais para falar de seus problemas sociais.

No primeiro encontro, a conversa se iniciou:

- Quero saber quais são seus sonhos - Perguntei.
- Sonhos? Não temos sonhos - disse um dos participantes.
- Bem... - Continuei - O que aconteceu então quando você era criança? Não tinha algo que queria muito fazer?
- Não sei para que servem os sonhos - resmungou a sisuda Eugênia - Os ratos estão comendo meus garotos e não tenho tempo de pensar em sonhos.
- Hum... Isso é terrível - disse eu - É claro que, com ratos em sua volta, não dá para pensar em outra coisa senão proteger seus filhos... E como você acha que podemos resolver isso?
- Bem... se eu tivesse uma nova porta de tela, acho que resolveria - disse a mulher, triste - Minha porta está cheia de buracos.
- Há alguém aqui que saiba consertar uma porta de tela? - Perguntei.
- Eu costumava fazer coisas assim há muito tempo - prontificou-se Tomás, um homem sentado no fundo da sala - mas agora tenho uma terrível dor nas costas. Acho que não consigo.
- O senhor poderia ao menos tentar? - Supliquei.
- Sim, claro... - respondeu o homem - vou tentar algo nessa semana.

Dei-lhe algum dinheiro para comprar um pedaço de tela e o grupo se foi. Na semana seguinte, quando o grupo se sentou, recomeçamos:

- Dona Eugênia, sua porta de tela está consertada?
- Sim - ela disse - Seu Tomás arrumou para mim.
- Podemos então começar a sonhar, não podemos, Dona Eugênia?

Ela deu meio sorriso.

E perguntei ao homem que havia feito o trabalho:

- Tomás, e o senhor? Como se sente? As dor nas costas lhe atrapalhou para ajudar D. Eugênia?
- Bem... sabe... é muito engraçado. Estou começando a me sentir muito melhor. Já arrumei outras coisas em minha casa nessa semana também...
- Podemos sonhar agora, Senhor Tomás?

E recebi mais meio sorriso.

Adaptado do livro: "Canja de galinha para a alma" (Canfield J, Hansen MV)


Não perca seus sonhos

Quando ainda somos crianças, temos a mente recheada de sonhos. O que vimos na TV, nas ruas, nas histórias em quadrinhos, vão fertilizando nossa imaginação e criando fantasias de como queremos o mundo, de como queremos "ser quando crescer". Nossos pais são como heróis e, seus atos, são como o conquistar de galáxias. Eles são o máximo! Viajando em nossos pensamentos, reproduzimos seus atos como se já fossemos adultos.

A maturidade chega e, com ela, as responsabilidades, os problemas financeiros, as crises, os atritos com pessoas que amamos. A magia vai se dissolvendo e os sonhos parecem cada vez mais distantes. Sonhar já não é mais tão doce, e aquilo que desejamos já não parece mais tão próximo de nossa realidade.

Percepções à parte, os sonhos estão ali. E sonhar é algo tão importante quanto respirar. Afinal, se aqui vivemos para construir algo, precisamos realizar. E não existe realização sem sonho. Uma pessoa que perde seus sonhos é uma pessoa que perde a pulsação. Seu coração vai batendo mais fraco e a vida passa a não ter mais graça.

Isole os problemas cotidianos e foque em resolvê-los. Mas não deixe de respirar seus anseios a cada minuto em que você estiver nessa selva de obstáculos que a vida adulta lhe impôs. Liberte-se como criança acreditando que o universo é colorido e que o faz-de-conta é um mundo real. Depois, peneire essas fantasias e, com bom senso e pés no chão, perceba que alguns desses sonhos não são tão difíceis de serem alcançados.

Arregace as mangas e corra atrás deles. Não os perca de vista. Seus sonhos são muito valiosos para você - só para você!

Tenha um final de semana de paz e de muitos sonhos coloridos!

Beijos inspiradores, abraços transformadores.
Marcio Zeppelini

Em tempo: Veja aqui em minha agenda! Estou com diversas palestras gratuitas marcadas pelo Brasil. Nesta semana estarei no interior de São Paulo, em Águas de Lindóia.
Já fez sua inscrição? Me ajude a divulgar também?

 

Uma pessoa que perde seus sonhos
é uma pessoa que perde a pulsação.
Marcio Zeppelini