Qual é o tamanho do dragão que você teme?

Por: Marcio Zeppelini
05 Outubro 2015 - 18h19

shutterstock 202361062

O dragão e a melancia

Há muitos anos, nas montanhas da Patagônia, existia um pequeno vilarejo. Seus habitantes estavam morrendo de fome. Viviam com medo do dragão que tinham visto em seus campos e, por isso, não cultivavam mais alimentos.

Certo dia, chegou ao vilarejo um viajante e, ao pedir por comida, eles explicaram que não poderiam dar porque o dragão a levara de seus campos. Ele era corajoso e se ofereceu para matar o dragão. Ao chegar lá, viu que não havia nenhum dragão; apenas uma enorme melancia. Então, retornou ao vilarejo e disse: "vocês não têm o que temer; não há dragão algum, apenas uma enorme melancia". Os habitantes do vilarejo se zangaram e fizeram o viajante em pedaços.

Algumas semanas mais tarde, outro viajante chegou ao vilarejo. Novamente, ao pedir por comida, contaram-lhe sobre o dragão. Ele também era corajoso e se ofereceu para matar o dragão. Os habitantes do vilarejo exultaram. Ao chegar aos campos, ele também viu a melancia gigante e voltou ao vilarejo para contar aos habitantes que eles estavam enganados a respeito do dragão. Não precisavam temer uma melancia gigante. Eles o fizeram em pedaços.

O tempo se passou e os habitantes do vilarejo estavam ficando desesperados. Certo dia, um terceiro viajante apareceu. Ao ver que estavam desesperados, perguntou qual era o problema. Eles lhe contaram e ele prometeu que mataria o dragão, para que eles pudessem ir aos campos fazer a colheita. Ao chegar lá, também viu a melancia gigante. Sacou a espada, saltou para o campo e fez a melancia em pedaços. Retornou até os habitantes do vilarejo e contou-lhes que havia matado o dragão - eles se deliciaram. O viajante permaneceu no vilarejo por muitos meses, o suficiente para ensinar aos habitantes a diferença entre dragões e melancias.

Extraído do livro “A Programação Neurolinguística - e o sucesso nos negócios”

Não aumente seus problemas

Esta semana li um artigo do dono da Ambev, Jorge Paulo Lemann, com algumas lições para o sucesso. Uma delas, que sempre apliquei em minha vida, é a de “vender seu sonho grande”. Ou seja, você precisa mostrar às pessoas que suas qualidades e as oportunidades são maiores do que você de fato aproveita e, portanto, ainda há um caminho enorme a seguir, já que seu sonho é bem maior do que sua atual realidade.

Exatamente o oposto disso é quando falamos em dificuldades e crises. Se há dentro de você um “dragão”, um medo de algo dar errado, saiba que, provavelmente este “dragão” não passa de uma “melancia”, como no conto acima. Encare este medo, desafie-se e perceba que você é capaz de “matar qualquer dragão”.

Os medos e inseguranças nos impedem de avançar, dar os passos adiante para conquistar nossos sonhos. Então, não há sucesso sem enfrentar o medo! Acredite que você é capaz de superar as dificuldades e vença!

Falando em dificuldades… pergunte a qualquer pessoa de sucesso - inclusive o bilionário Lemann: “O que é crise? O que é dificuldade?” E você ouvirá diversas versões de uma mesma resposta: “as dificuldades existem para raciocinar acerca daquela situação e transformar crise em oportunidade”.

Tenha um final de semana cheio de oportunidades!

Abraços sustentáveis!

Marcio Zeppelini


“As dificuldades existem para raciocinar acerca daquela situação e transformar crise em oportunidade”

MARCIO ZEPPELINI

PARCEIROS VER TODOS