Você faz 100% de suas obrigações?

Por: Marcio Zeppelini
11 Outubro 2014 - 12h42

shutterstock 173674910

O Caso das Laranjas

Um gerente foi procurado por um funcionário, que reclamava que um colega tinha ganhado um aumento salarial, e ele não, o que considerava injusto.

Sem entrar no mérito do caso, o gerente pediu a este funcionário que reclamava:

- Você está vendo aquele caminhão vendendo laranjas, lá do outro lado da rua? Vá, por favor, ver o preço das laranjas.

Meio sem entender o pedido do gerente, foi e logo voltou, dizendo:

- O preço de uma dúzia de laranjas é R$1,00.

O gerente perguntou:

- E se eu comprar 10 dúzias, será que o preço é o mesmo? Você pode verificar?

Sem saber responder, lá foi o funcionário perguntar de novo, e logo voltou.

- Ele disse que se você comprar 10 dúzias, faz o preço de R$0,80 a dúzia.

- Eu estou realmente interessado nessas laranjas! E se eu comprar o caminhão inteiro, a que preço ele fará a dúzia?

Já com uma expressão meio aborrecida, mais uma vez ele foi perguntar e voltou, dizendo:

- Se você comprar o caminhão todo, ele vende a dúzia por R$0,55.

Agradecendo o funcionário, pediu para que ficasse ali e solicitou que o colega que tinha recebido o aumento fosse chamado à sala. Sorridente, ele logo entrou, e o gerente fez exatamente a mesma pergunta:

- Você está vendo aquele caminhão vendendo laranjas, lá do outro lado da rua? Vá, por favor, ver o preço das laranjas.

Rapidamente ele saiu e logo voltou, com um saco de uma dúzia de laranjas debaixo do braço. Muito animado, foi logo dizendo:

- O preço de uma dúzia é R$1,00. No entanto, se você comprar 10 dúzias ou mais, ele pode dar um desconto e vender a R$0,80 a dúzia. Mas se você quiser comprar o caminhão inteiro, o preço é R$0,55 a dúzia. Aí eu disse ao vendedor que o meu gerente estava interessado no preço das laranjas, e ele me deu esta dúzia como amostra, para você poder avaliar sua qualidade.

O gerente agradeceu. O funcionário deixou a dúzia de laranjas na mesa e saiu.

Um silêncio se fez e o gerente nada teve a dizer, pois o funcionário que entrou reclamando saiu tendo aprendido uma importante lição.

Seja 120%

Ser 100% é nossa obrigação. Não há mérito nenhum nisso. Se você tem um salário, pró-labore ou honorário por um trabalho, fazer 100% não é nada surpreendente e, provavelmente, você não sairá do lugar onde está.

Para ser um bom profissional, se superar e fazer diferença, é necessário ser e fazer 120%, 150%. Só fazendo mais do que o solicitado é que conseguiremos destaque naquilo que estamos realizando.

Seu chefe ou cliente só perceberá que você é algo realmente surpreendente se você entregar um “algo mais”, tendo a proatividade necessária para saber antes o que eles estão desejando.

egundo o Wikipédia, a proatividade é o comportamento de antecipação e de responsabilização pelas próprias escolhas e ações frente às situações impostas pelo meio.

A palavra proatividade foi introduzida na literatura por Viktor Frankl, que perdeu sua esposa, pai, mãe e família nos campos de concentração nazistas. Ainda assim, decidiu que, mesmo sob as piores circunstâncias, as pessoas podem criar e encontrar um significado para a existência.


Então, faça mais, produza mais, gere mais resultados do que se espera!

Abraços sustentáveis,

Marcio Zeppelini


Ser excelente é fazer 100%. Mas só com 120% é possível ser excepcional.

MARCIO ZEPPELINI

 

PARCEIROS VER TODOS