Você já foi considerado incapaz de algo?

Por: Marcio Zeppelini
22 Outubro 2016 - 17h38

Histórias verdadeiras

Hoje não vamos ter metáforas. Vamos falar de histórias reais.

  • Fred Astaire, o famoso ator que encantou as telas do cinema dançando, ao fazer seu primeiro teste para o cinema, recebeu o feedback de que não sabia atuar. Era careca, dizia o relatório, e ainda dançava pouco.

  • Winston Churchill foi reprovado na sexta série. Somente se tornou primeiro ministro da Inglaterra depois dos 60 anos. Sua vida foi cheia de derrotas e fracassos.

  • Walt Disney foi despedido pelo editor de um jornal por falta de ideias. Antes de construir a Disneylândia, foi à falência diversas vezes.

  • Richard Bach teve recusada a sua história de dez mil palavras por 18 editoras. Era a história de uma gaivota que planava. Uma gaivota chamada Fernão Capelo Gaivota. Vendeu mais de 7 milhões de exemplares, só nos EUA.

  • Rodin era considerado por seu pai como um idiota. Seu tio dizia que ele era um caso perdido. Por três vezes ele foi reprovado na admissão à escola de artes. Descrito como o pior aluno da escola, Rodin não desistiu e deu ao mundo maravilhas da escultura como O  Pensador, O Beijo e Filho Pródigo.

  • Charles Darwin, segundo sua biografia, era considerado por todos os seus mestres e por seu próprio pai um garoto comum e intelectualmente bem abaixo do padrão. Transformou-se no pai da Teoria da Evolução.

Qual é o seu sonho?

Antes de Ayrton Senna, Usain Bolt ou Michael Phelps se tornarem ícones no esporte nos quais se especializaram, amarguraram muitas derrotas. E talvez não saibamos - até por não terem se tornado públicas -, mas certamente ouviram declamações invejosas de que "'não conseguiriam chegar lá".

Rafaela Silva, ao ganhar o ouro nas Olimpíadas do Rio, logo desabafou: "Me disseram que eu era uma vergonha". Ainda bem que ela não acreditou!

Imploro: acredite em você! Acredite em seu sonho. Corra atrás de ser o melhor do mundo no que faz. Se chegar perto disso, já será um sucesso!

É comum cruzarmos - até mesmo dentro de nosso próprio lar - com pessoas que vão tentar nos desmotivar, dizendo que somos sonhadores e que jamais nos compararemos àqueles que idolatramos e temos como referência.

Prefira acreditar naquela voz que vem de dentro, dizendo "eu vou conseguir". Naquela voz de fora, de um amigo ou de um desconhecido: "Puxa... você é bom nisso!".

Não dê ouvidos a pensamentos e frases pessimistas e carregados de inveja. Seu sonho é maior que eles.

Seja um sonho de empreendedorismo, seja no esporte, na música, nas artes, não importa. Não importa se seu sonho é pra se ganhar dinheiro, fama ou se você quer somente a simples (mas deliciosa) sensação de VENCER. Vá em frente e prove para você mesmo que é capaz disso.

Mas, olhe só: É necessário disciplina, perseverança e muita fome de vitória! Sem isso, esquece.

Eu me considero uma pessoa de sucesso em várias coisas. Mas ainda tenho muitos sonhos que persigo. Sem desistir, com perseverança e acreditação, sei que eu vou conseguir.

E você, vai conseguir?

Abraços inspiradores!

Marcio Zeppelini

 

Quer algo? Disciplina, perseverança e muita
fome de vitória! Sem isso, esquece.

Marcio Zeppelini

PARCEIROS VER TODOS