Quanto você tem dado ao mundo?

Por: Marcio Zeppelini
14 Outubro 2018 - 23h48

433

Dê para receber

Existe uma lenda chinesa que ilustra perfeitamente a necessidade de dar antes de receber.

Um mendigo vivia nas ruas de uma cidade chinesa e segurava uma caneca o dia inteiro, pedindo arroz ou qualquer outra coisa que os passantes tivessem para dar.

Um dia, o mendigo viu um grande cortejo descendo a rua, liderado pelo imperador em seu imponente riquixá, entregando presentes aos seus súditos. O mendigo se encheu de felicidade. “Chegou a minha grande oportunidade”, pensou Woo. “Dessa vez, receberei um presente valioso”, e dançou com alegria.

Quando o imperador chegou perto dele, Woo exibiu sua caneca com grande determinação, mas em lugar de receber o esperado presente do imperador, sua Majestade pediu a Woo um presente.

O pobre Woo ficou extremamente desapontado e envergonhado; pegou os dois menores grãos de arroz que conseguiu encontrar em sua caneca e, muito a contragosto, entregou-os ao imperador, que depois foi embora.

Durante todo o dia, Woo reclamou e resmungou. Censurou o imperador, culpou Buda, tratou mal os que se dirigiam a ele; e poucas pessoas pararam para lhe falar ou colocar grãos de arroz em sua caneca.

Nessa noite, quando chegou à sua pobre cabana e derramou seu escasso suprimento de arroz, Woo encontrou duas pepitas de ouro do tamanho exato dos grãos de arroz que tinha dado ao imperador.

Da obra "O Fator Aladim" (Canfield J, Hansen MV)


É dando que se recebe.

Li num dos livros de Robert Cialdini - As Armas da Persuasão - sobre uma pesquisa em que voluntários trabalham numa determinada tarefa, em duplas. Em certo momento, um dos voluntários (que, na verdade, faz parte da pesquisa) se levanta e vai a uma máquina de Coca-Cola. Em metade das duplas, o voluntário leva somente uma lata de refrigerante. Na outra metade, duas - e oferece a segunda ao seu parceiro de trabalho. Ao final do dia, o mesmo voluntário do refrigerante oferece números de rifa ao seu novo amigo. Conclusão: A turma que havia ganhado o refrigerante comprou 57% mais números que aquela que não ganhou nada.

Coincidência? Não. Lei da Reciprocidade. Naturalmente, quando ganhamos algo, queremos retribuir - por isso, doe mais! E, consequentemente, receba mais!

Sim, sua avó já dizia: É dando que se recebe!

Quer ganhar mais carinho de seu par? Antes, doe mais abraços e beijos.
Quer ganhar mais respeito no seu grupo? Antes, dê mais atenção e suprimento às necessidades do grupo.
Quer ganhar mais em seu salário? Antes, dê mais profissionalismo e resultados à empresa onde trabalha.
Quer ganhar mais obediência de seu filho? Antes, dê mais tempo às brincadeiras e vontades dele.

E por aí vai...

Bora doar mais vida à humanidade?

Então aí vão os meus presentes:
Muitos beijos cheio de atitude! Muitos abraços Inspiradores!

Marcio "Zeppa" Zeppelini

 

Naturalmente, quando ganhamos algo,
queremos retribuir - por isso, doe mais!
Marcio Zeppelini

PARCEIROS VER TODOS