Você é apaixonado pelo que faz?

Por: Marcio Zeppelini
15 Outubro 2015 - 13h48

Diamantes

Como Vender Diamantes

Um famoso negociante de diamantes de Nova York, Harry Winston, ouviu falar de um rico comerciante holandês que estava procurando certa espécie de diamante para acrescentar a sua coleção. Winston telefonou para ele, disse-lhe que acreditava ter a pedra perfeita e convidou-o a ir até Nova York para examiná-la.

O colecionador voou até lá e Winston designou um vendedor para encontrá-lo e mostrar-lhe o diamante. Quando o vendedor apresentou o diamante ao comerciante, descreveu a dispendiosa pedra, destacando todas as suas excelentes características técnicas. O comerciante escutou-o e elogiou a pedra, mas recusou-a, dizendo: "É uma pedra maravilhosa, mas não é exatamente aquilo que procuro".

Winston, que ficou observando à distância a apresentação, deteve o comerciante a caminho da porta e perguntou: "Importa-se de eu lhe mostrar aquele diamante mais uma vez?" O comerciante concordou, e Winston mostrou-lhe a pedra. Porém, em vez de falar das suas características técnicas, Winston falou espontaneamente a respeito da sua genuína admiração pelo diamante e de sua rara beleza.

Inesperadamente, o comerciante mudou de ideia e comprou o diamante. Enquanto esperava que o diamante fosse embalado e entregue, o comerciante voltou-se para Winston e perguntou:

- "Por que comprei de você, quando não tive nenhuma dificuldade para dizer não ao seu vendedor?"

Winston respondeu:

- "Aquele vendedor é um dos melhores no mercado e conhece bem mais a respeito de diamantes. Eu lhe pago um bom salário por aquilo que sabe. Mas, eu teria prazer em pagar-lhe o dobro, se pudesse incutir nele algo que tenho e ele não tem. Ele conhece diamantes, mas eu sou apaixonado por eles".

Transforme pedra comum em diamante!

É um bordão antigo, dito por Confúcio: "Escolhe um trabalho de que gostes, e não terás que trabalhar nem um dia na tua vida." Não há fórmula de felicidade. Mas, certamente, um dos principais ingredientes para uma vida bem vivida é ter um trabalho que você curta cada dia, encarando cada problema como um desafio e comemorando cada conquista.

Nós passamos aproximadamente 1/3 de nossas vidas dormindo. Portanto, durante metade de sua vida consciente, você estará trabalhando. Se não gostar do que faz, no mínimo metade de sua vida está sendo desperdiçada. Vou mais a fundo: provavelmente, o resto da sua vida (pessoal, familiar, financeira etc) tem ou terá problemas decorrentes de seu descontentamento profissional. É uma cadeia. Uma engrenagem bem montada e uma das principais peças desse motor é nossa vida profissional.

Independentemente do seu tempo de trabalho ou quanto falta para se aposentar, sempre é tempo de buscar aquilo que se gosta de fazer. Procure algo que você faria para o resto da vida - e dê um jeito de ganhar dinheiro com isso.

Faça a vida valer a pena: quando se ama "vender diamantes", você encontra outros tantos "tesouros" escondidos no seu dia-a-dia! Just enjoy it!

Abraços sustentáveis

Marcio Zeppelini


Pedra comum também pode virar diamante 

Marcio Zeppelini

PARCEIROS VER TODOS