O que você “já sabe” fazer?

Por: Marcio Zeppelini
22 Outubro 2015 - 19h55

iStock 000011775190 Large 1ss

Aula de violino

Há alguns anos, nem tantos, comecei a tocar violino. A maioria das pessoas diria que eu estava "aprendendo a tocar" violino. Mas essas palavras despertam em nossa mente a ideia estranha de que existem dois processos diferentes: (1) aprender a tocar violino e (2) tocar violino. Implicam que eu realizarei a primeira atividade até concluí-la, e então interromperei esse primeiro processo e iniciarei o segundo.

Em suma, continuarei "aprendendo a tocar" até que tenha "aprendido a tocar", e então "começarei a tocar". Evidentemente, isso não faz sentido. Não existem dois processos, mas um único: Aprendemos a fazer uma coisa fazendo-a. Não existe outra maneira.

(adaptado da obra Canja de galinha para a alma; Canfield J, Hansen MV)

Aprendemos Fazendo!

Não existem duas etapas em um processo de aprendizado. Existe o único conceito de “desenvolvimento humano continuado”. Estamos em constante aprimoramento de todas as nossas habilidades. São degraus ininterruptos e infinitos, já que ninguém neste mundo consegue esgotar qualquer assunto.

Aquele que decide não aprender mais sobre o assunto no qual se acha especialista tende a retroceder em sua própria trajetória. Sempre há algo para acrescentar no conhecimento e, com isso, ampliar horizontes de exploração na jornada do desenvolvimento humano.

E se você acha que estou falando somente de trabalho e profissão, desculpe-me: está redondamente enganado(a).

Claro que o impacto sobre novos conhecimentos em sua carreira é mais aparente - inclusive no bolso. Mas, no nosso dia-a-dia familiar, social e espiritual, é sempre bom desenvolvermos novas habilidades, conhecer novos horizontes e trazer novos desafios e experiências para nossa vida.

E não é só cognitivamente que estamos sempre aprendendo. O controle de nossas emoções é algo que sofre transformações diariamente - positiva ou negativamente.

Acredite: seu coração também está em constante aprendizado, mesmo que já tenha passado por todas as “etapas”. Basta acreditar que aprender e fazer são etapas que andam simultaneamente.

Então, meus queridos leitores e leitoras: se acredita que em sua vida - profissional, social ou sentimental - não há mais nada a ser acrescentado, permita-se a experiência de reaprender!


Abraços sustentáveis

MARCIO ZEPPELINI

Em tempo: Na próxima sexta-feira, 31 de julho, estarei em férias e, portanto, não haverá edição de minha coluna Ser Sustentável, que retornará normalmente no dia 7 de agosto.


“aprender” e “fazer” são etapas que andam simultaneamente. 

Marcio Zeppelini

PARCEIROS VER TODOS