Às vezes você rema, rema e volta para a praia?

Por: Marcio Zeppelini
28 Outubro 2017 - 14h29

408

Eu sei o que é isso! Às vezes, mesmo focados no que queremos, parece que a "coisa" não anda.

Na semana passada, falei sobre foco: saiba distinguir o que são peças importantes da sua meta daquelas que não lhe empurram para o seu destino.

E saiba que mesmo aquelas que parecem não atrapalhar fazem você perder seu foco.

É como aquele carrinho dos Flintstones: para que ele se mova, é necessário que os seus ocupantes façam força com as pernas. Quanto mais força e mais velocidade usarem, mais rápido o carrinho se move ao ponto desejado (ao foco). Assim, se houver algum participante do carrinho que não esteja fazendo força, mesmo que esteja com as pernas levantadas e paradas, pode até ser que ele não esteja fazendo força contrária, mas é um peso-morto. E o peso-morto na sua vida significa atrasar a conquista do seu sonho. Dar aulas de caratê (exemplo da semana passada) não inviabilizará nosso amigo de ser advogado, mas dependendo do tempo que ele se dispõe a fazer isso, pode comprometer a chegada ao seu foco.

Então, faça o seu Mind Draft e pare agora para refletir: as atividades que você exerce hoje contribuem para que você chegue ao foco? Ou são peso-morto?

Estabeleça rotinas em sua vida para que, ao menos algumas horas por dia, você possa se concentrar atividades que o levarão ao seu "cenário perfeito".

Abraços transformadores, beijos com +Atitude!

Marcio Zeppelini

 

As atividades que você exerce hoje contribuem para que
você chegue ao destino onde deseja estar em dois anos?
Marcio Zeppelini

PARCEIROS VER TODOS