Onde estava você quando tudo deu errado?

Por: Marcio Zeppelini
05 Outubro 2014 - 19h14

shutterstock 44616835

A voz na multidão

Enquanto Kruschev pronunciava sua célebre denúncia contra Stalin, comenta-se que alguém no Salão do Congresso teria dito:
- Onde estava você, camarada Kruschev, quando todas essas pessoas estavam sendo massacradas?
Kruschev parou, percorreu o salão com os olhos e disse:
- O homem que acabou de fazer esta pergunta poderia ter a bondade de se levantar?
A tensão foi crescendo no grande salão. Ninguém se mexeu. Ninguém abriu a boca. Até que Kruschev disse:
- Bem, seja lá quem for, já tenho a resposta para sua pergunta: eu estava exatamente na mesma posição em que você está agora.

Criticar no meio da multidão é fácil.

Muitas vezes, por ímpeto e sem pensar, criticamos algo sem considerar a complexidade da situação. Fazer uma crítica a algo sem ter feito parte das decisões é muito mais fácil e confortável.

Então, antes de criticar alguém por alguma situação, estabeleça uma relação de crítica entre o que você vê e o que realmente é - em especial o trabalho realizado para que aquilo esteja ali, acontecendo.

Ver as coisas pelo lado do "copo meio cheio", em vez de ficar criticando a parte vazia do copo, é muito mais saudável do que você imagina. Ver a parte boa das coisas, em vez de logo achar seus defeitos.
Ao fazer isso, automaticamente o mundo passa também a reconhecer as suas qualidades, em vez de atirar pedras em você.

O final de semana está aí. E aí? Vai criticar ou vai curtir?

Como diz o bom amigo mineiro: "vai engolir a cachaça ou reclamar da ressaca?"

Abraços sustentáveis!

Marcio Zeppelini


Reclamar sem agir é a voz dos covardes

(Marcio Zeppelini)

PARCEIROS VER TODOS