Como anda sua criatividade?

Por: Marcio Zeppelini
13 Outubro 2017 - 18h19

397

A menina desenhista

Uma manhã, a professora disse:
- Hoje nós iremos fazer um desenho.
- Que bom! - pensou a Duda, uma garotinha bem criativa que gostava de desenhar leões, tigres, galinhas, vacas, trens e barcos...
Pegou a sua caixa de lápis de cor e começou a desenhar. A professora, então, disse:

- Esperem, ainda não é hora de começar! Nós vamos desenhar flores.

Duda começou, então, a desenhar bonitas flores com seus lápis rosa, laranja e azul. E, novamente, a professora disse:

- Esperem! Vou mostrar como fazer - disse a professora, desenhando uma flor vermelha com caule verde. - Assim.. agora vocês podem começar.

Duda olhou para a flor da professora, e olhou para a sua flor. Gostou mais da sua flor, mas não podia dizer isso... Virou o papel e desenhou uma flor igual a da professora: vermelha com caule verde.

Em outro dia...
- Hoje nós vamos fazer alguma coisa com barro - disse a professora.

Duda já pensava no que ia moldar com o barro: um elefante, um camundongo, um barco... Começou a juntar e amassar a sua bola de barro.

- Esperem! Não é hora de começar! - disse a professora - Nós vamos fazer um prato.

Duda já pensou em várias formas e tamanhos de pratos que poderia moldar.

- Esperem! Vou mostrar como se faz - moldando um prato redondo e fundo - Assim... agora vocês podem começar.

Duda olhou para o prato da professora, olhou para o próprio prato e gostou mais do seu, mas ela não podia dizer isso. Amassou seu barro numa grande bola novamente e fez um prato fundo, igual ao da professora.

No ano seguinte, Duda teve que mudar de escola.

Um dia, a nova professora disse:
- Hoje nós vamos fazer um desenho.

Duda esperou que a professora dissesse o que fazer. Ela não disse. Apenas andava pela sala.

- Você não quer desenhar? - Perguntou a professora.
- Sim, mas o que é que nós vamos desenhar?
- O que você quiser...
- E de que cor?
- Da cor que você gostar mais!

Duda desenhou uma flor vermelha com o caule verde...

Adaptado do texto de Buckley H.

Saia do Quadrado

Não quero aqui questionar o processo educativo ao qual expomos nossos filhos - ainda que realmente deveríamos debater isso com mais seriedade. Mas, sim, falar sobre a falta de coragem para inovar, para ser criativo.

Os grandes inventores da humanidade pensaram "fora da caixa" para criar soluções a problemas cotidianos. Fizeram um processo diferente para obter resultados diferentes. Olharam com outros olhos processos que, aparentemente, deram errado.

E você? Como encara seus desafios? Fazendo o que todos fazem ou dizem para fazer? Ou tenta inventar uma maneira nova para resolvê-los?

A criatividade é o exercício do cérebro. Quanto mais você a pratica, mais capacidade de criar você tem.

Em sua casa ou no trabalho, mude seu cotidiano, faça suas tarefas de maneira variada a cada dia. Além de exercitar sua criatividade, isso lhe traz a possibilidade de criar processos mais eficientes no seu dia-a-dia. E para aqueles processos que você já criou: pense em como você pode aprimorá-los.

Abraços cheios de atitude. Beijos cheios de transformação!
Marcio Zeppelini

 

A criatividade é o exercício do cérebro.
Marcio Zeppelini

PARCEIROS VER TODOS