Voluntariado e os objetivos de desenvolvimento do milênio

Por: Silvia Naccache
28 Outubro 2013 - 00h00

No ano 2000, o Brasil e vários outros países comprometeram-se a implantar um conjunto de ações voltadas à superação da pobreza e à promoção do desenvolvimento socioeconômico em bases sustentáveis, o que deu origem à agenda dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM). Desde então, essa agenda tornou-se importante elemento para a formulação e o acompanhamento de políticas públicas, tanto no governo nacional quanto nos Estados e municípios. A repercussão dos ODM foi além dos governos, e toda a sociedade, por meio da mobilização de empresas e entidades, divulgaram as metas e promoveram formas de participação e possibilidades de as metas serem atingidas até 2015. No ano seguinte, 2001, a palavra voluntariado ecoava em vários cantos do Brasil, promovendo o Ano Internacional do Voluntário. Foi a inspiração para planejar de que forma cada cidadão poderia participar e contribuir. O trabalho voluntário foi colocado como estratégia mundial para o desenvolvimento social. Fortalecer a cultura e a prática do voluntariado significa promover a participação cidadã. Por meio dela, cada brasileiro pode se sentir parte ativa na construção de uma nação socialmente mais justa.
As metas de desenvolvimento do milênio entraram também na agenda dos voluntários.
Todos os cidadãos foram incentivados a refletir sobre como cada um pode fazer a sua parte. Seguem aqui algumas dicas e sugestões para a participação e o engajamento de voluntários.

Os “Oito jeitos de Mudar o Mundo”

  • Acabar com a miséria e a fome: reduzir pela metade, até 2015, a proporção da população com renda inferior a um dólar por dia e a proporção da população que sofre de fome.
  • Educação básica e de qualidade para todos: garantir que, até 2015, todas as crianças, de ambos os sexos, tenham recebido educação de qualidade e concluído o ensino básico.
  • Igualdade entre os sexos e valorização da mulher: eliminar a disparidade entre os sexos no ensino em todos os níveis de ensino, no mais tardar até 2015.
  • Reduzir a mortalidade infantil: reduzir em dois terços, até 2015, a mortalidade de crianças menores de cinco anos.
  • Melhorar a saúde da gestante: reduzir em três quartos, até 2015, a taxa de mortalidade materna. Deter o crescimento da mortalidade por câncer de mama e de colo de útero.
  • Combater Aids, malária e outras doenças: até 2015, ter detido a propagação do HIV/Aids e garantido o acesso universal ao tratamento. Deter a incidência da malária, da tuberculose e eliminar a hanseníase.
  • Qualidade de vida e respeito ao meio ambiente: promover o desenvolvimento sustentável, diminuir a perda de diversidade biológica e reduzir pela metade, até 2015, a proporção da população sem acesso a água potável e esgotamento sanitário.
  • Todo mundo trabalhando para o desenvolvimento: avançar no desenvolvimento de um sistema comercial e financeiro não discriminatório. Tratar globalmente o problema da dívida dos países em desenvolvimento. Formular e executar estratégias que ofereçam aos jovens um trabalho digno e produtivo. Tornar acessíveis os benefícios das novas tecnologias, em especial de informação e de comunicações.

Apesar da poderosa rede de colaboradores, ainda são poucos para abraçar a tarefa que esta aí. Há muito por fazer. Nem todas as metas serão atingidas. Governo e sociedade civil uniram-se para fazer o melhor nesse tempo que ainda temos. Existe também o compromisso de compartilhar os indicadores e as metas atingidas, para que se possa pensar em novas estratégias e campanhas. A conquista de novos adeptos, a profissionalização dos projetos sociais, a capacitação de líderes, a renovação do interesse daqueles que já põem a mão na massa em prol do social e o fomento de caminhos alternativos colocam-se como desafios permanentes. Agora é hora de descobrir onde e quem pode ser ajudado com essas informações.

2013-10-28 2128

EDITAIS FILANTROPIA PLATAFORMA ÊXITOS
19.064
Oportunidades Cadastradas
9.597
Modelos de Documentos
3.404
Concedentes que Repassam Recursos
Prazo
30 Jun
2020
Linha emergencial de crédito Conexsus
Prazo
Patrocínio BS2
Prazo
31 Jul
2020
GlobalGiving Accelerator - Virtual Training Program...
Prazo
30 Nov
2020
Stop Slavery Award 2021
Prazo
31 Jul
2020
AEB - Chamamento Público para lançamentos a partir...
Prazo
4 Set
2020
Ideias para o Futuro
Prazo
Matchfunding Enfrente o Corona
Prazo
1 Ago
2020
Todos os olhos na Amazônia
Prazo
1 Ago
2020
The IFREE Small Grants Program
Prazo
31 Dez
2020
Patrocínios e Doações - Instituto Usiminas

PARCEIROS VER TODOS