Violência no parto é mapeada pela OMS

Por: Thaís Iannarelli
12 Agosto 2015 - 17h31

A Organização Mundial da Saúde (OMS) apresentou os resultados do mapeamento sobre violência no momento do parto. Além de relatos assustadores, o mapeamento apresentou sete tipos de violência como as principais, sendo elas  abuso físico, abuso sexual, preconceito e discriminação, não cumprimento dos padrões profissionais de cuidado, mau relacionamento entre as mulheres e os prestadores de serviços e condições ruins do próprio sistema de saúde.

 

Além do sofrimento no momento do parto, o relatório apresentou também consequências posteriores como depressão pós parto e problemas de relacionamento entre mãe e filho.

 

Apesar do relatório tratar da violência no mundo inteiro, o Brasil se tornou destaque em cinco casos: restrição da presença de acompanhante, a situações de grito contra as mulheres, à restrição nos leitos e aos relatos das mulheres de que os profissionais de saúde evitavam de maneira intencional a troca de informações.

 

Fonte: Agência Brasil

 

PARCEIROS VER TODOS