STJ prioriza processos de portadores de deficiência

Por: Revista Filantropia
01 Março 2005 - 00h00

O Superior Tribunal de Justiça (STJ), por meio da resolução nº 2 de 25 de janeiro de 2005, determina que pessoas portadoras de deficiência tenham prioridade no julgamento de processos, desde que a causa em juízo tenha vínculo com a própria deficiência. Para requerer o direito, deve-se comprovar a condição mediante atestado médico e encaminhar o requerimento de prioridade ao Gabinete do Ministro Relator.

EDITAIS FILANTROPIA PLATAFORMA ÊXITOS
19.064
Oportunidades Cadastradas
9.597
Modelos de Documentos
3.404
Concedentes que Repassam Recursos
Prazo
30 Jun
2020
Linha emergencial de crédito Conexsus
Prazo
Patrocínio BS2
Prazo
31 Jul
2020
GlobalGiving Accelerator - Virtual Training Program...
Prazo
30 Nov
2020
Stop Slavery Award 2021
Prazo
31 Jul
2020
AEB - Chamamento Público para lançamentos a partir...
Prazo
4 Set
2020
Ideias para o Futuro
Prazo
Matchfunding Enfrente o Corona
Prazo
1 Ago
2020
Todos os olhos na Amazônia
Prazo
1 Ago
2020
The IFREE Small Grants Program
Prazo
31 Dez
2020
Patrocínios e Doações - Instituto Usiminas

PARCEIROS VER TODOS