Sem dinheiro e com medo da Covid-19 e do futuro, brasileiros doam menos a ONGs

Por: Instituto Filantropia
08 Setembro 2021 - 00h00

8884-email

A segunda edição da Pesquisa Doação Brasil 2020, divulgada em agosto, revelou que o volume de doações realizadas pelos brasileiros caiu 24,8% - de R$ 13,7 bilhões em 2015 para 10,3 bilhões em 2020. Entre esses dois períodos, o valor anual médio doado por pessoa recuou de R$ 240 para R$ 200.

Realizado pelo Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social (Idis) e aplicada pelo Instituto Ipsos, o levantamento traça um amplo perfil do doador individual brasileiro e apresenta as características das doações, frequência, beneficiários e, sobretudo, estima o montante total doado.

A situação, avaliaram os pesquisadores, se deu por causa da longa crise econômica, da pandemia do novo coronavírus e do cenário de incertezas para o futuro do país.

A pesquisa revelou ainda que a queda nas doações ocorreu em todas as suas formas – doação em dinheiro, de bens e tempo (trabalho voluntário). Enquanto em 2015, 77% da população conseguiram realizar algum tipo de doação, em 2020, o percentual caiu para 66%.

A íntegra da publicação pode ser baixada em: bit.ly/doacaobr2020.

Fonte: Idis
Imagem: Lightkeeper/Dreamstime.com

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book Como começar uma⠀ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book 18 PASSOS essenciais para ajudar sua ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

PARCEIROS VER TODOS