Projeto leva poesia a jovens que cumprem medidas socioeducativas

Por: Thaís Iannarelli
01 Agosto 2016 - 15h54

Com o objetivo de propor novas estruturas de trabalho socioeducativo, o projeto “Versos de Liberdade” tem levado poesia a unidades de internação de adolescentes na Bahia. A iniciativa é fruto de parceria entre Organização Internacional do Trabalho (OIT), Casa Poema Produção e Educação Cultural, Fundação José Silveira e Fundação da Criança e do Adolescente. A proposta é fortalecer o protagonismo dos jovens e auxiliá-los com novas possibilidades de viver e se relacionar através da palavra e do afeto, reduzindo o índice de situações de violência dentro e fora do ambiente escolar, segundo a Casa Poema.

A organização promove oficinas de poesia falada, tratando especificamente de temas relacionados à discriminação racial e ao preconceito, onde os beneficiários diretos do projeto têm a oportunidade de aprimorar o exercício do diálogo. O Brasil tem atualmente 23.066 adolescentes cumprindo medidas socioeducativas de privação ou restrição de liberdade, de acordo com dados de 2015 do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (SINASE). A maioria pertence a famílias de baixa renda, é negra ou parda e estava fora da escola quando cometeu o ato infracional.

Fonte: ONU

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book Como começar uma⠀ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book 18 PASSOS essenciais para ajudar sua ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

PARCEIROS VER TODOS