Prêmio 10: História que mobiliza

Por: Revista Filantropia
01 Setembro 2010 - 00h00

A Revista Filantropia e a Resource Alliance promoveram a segunda edição do prêmio Uma Boa História Mobiliza. O objetivo era estimular a divulgação de experiências interessantes de captação de recursos vividas pelas organizações sociais. Dentre as 64 histórias enviadas, os três vencedores, de diferentes regiões do país, mostraram que, com criatividade e dedicação, é possível mudar realidades.

Conheça agora as histórias do projeto Cabra é Bom, de Pernambuco; do Instituto Rodrigo Mendes, de São Paulo; e do Socorro aos Necessitados, do Paraná.

Associação de Desenvolvimento Comunitário Rural Dona Quitéria/Pernambuco – PE

Para ajudar pessoas carentes que vivem no interior de Pernambuco, a Associação de Desenvolvimento Comunitário Rural Dona Quitéria desenvolve o projeto Cabra é Bom. A iniciativa funciona da seguinte forma: doa-se uma cabra para as pessoas, que se comprometem a cuidar do animal até que ele dê cria. Dessa forma, um dos filhotes, preferencialmente fêmea, é devolvido ao projeto para dar continuidade à ação, sendo doado para outra pessoa.

Certa vez foi doada uma cabra a uma senhora muito pobre que tinha sido mãe recentemente. No mesmo período, a cabra também deu cria. A senhora, por ter problemas para amamentar o seu bebê, utilizou o leite do animal. O aprendizado foi tremendo para todos da comunidade. Como diz o ditado em nossa região, ‘com uma cajadada matamos dois coelhos’: o bebê e o filhote da cabra foram alimentados.

A história foi um aprendizado para todos da comunidade. O leite da cabrinha supriu a falta do leite da mãe. E a ideia do projeto é justamente essa: suprir as necessidades das pessoas para que elas possam ter seu rebanho. www.igrejaobpc.com.br

Instituto Rodrigo Mendes/São Paulo – SP

Era apenas uma tarde de domingo e Rodrigo esperava por um simples encontro com os amigos. Seu grande desejo era ser médico, mas o convite para dar aulas de pintura surgiu por acaso. Em um primeiro momento, o mundo das artes pareceu uma ideia pouco atrativa. Mas diante das intensas sessões de fisioterapia, a atividade poderia tornar os seus dias mais interessantes.

Em pouco tempo, várias aquarelas coloriam o seu quarto, despertando o interesse daqueles que o visitavam.
O entusiasmo era tanto que amigos e familiares se mobilizaram para organizar uma pequena exposição. E quem poderia imaginar que dessa iniciativa surgiria um projeto social? Essa experiência foi tão marcante para o processo de recuperação do Rodrigo que ele fez questão de compartilhar sua história com outras pessoas. A partir desse fato, nasceu o Instituto Rodrigo Mendes.

A organização social desenvolve programas de inclusão nos campos da Arte e da Educação. O objetivo principal é investir em ações que gerem oportunidade para pessoas em situação de vulnerabilidade. Como parte das atividades pedagógicas, desde 1997, ao final de cada ano letivo, são organizadas exposições com a produção dos alunos.
Para valorizar o trabalho artístico e gerar renda tanto para os autores das obras quanto para o instituto, foi criado
um Banco de Imagens que realiza a catalogação digital desse acervo. Em geral, 20% do valor da venda da arte é revertida para o aluno e 80% para a sustentabilidade das ações do instituto. Dependendo do formato da parceria, esse modelo pode ser alterado.

Hoje, as imagens estampam produtos de importantes empresas como Tilibra, Bauducco e Artex, e uma coleção própria de porcelanas é vendida no varejo e no mercado corporativo. Como resultado, já foram gerados mais de R$ 100 mil em direitos autorais e mais de R$ 75 mil com a venda das obras. E esta história não para por aqui. Este ano duas novas parcerias foram fechadas.

A produção artística interna representou um grande ativo para o instituto. Isso serviu como ponto de partida para a criação de uma área de autossustentabilidade financeira. O histórico do relacionamento com os clientes do Banco de Imagens aponta para outros importantes aprendizados: evitar a postura do instituto de mero assistencialista, construir parcerias a partir de um entendimento de benfeitorias para ambas as partes, ter cuidado na forma como a parceria será divulgada na mídia e no próprio ponto de venda do parceiro, além da publicação dos resultados alcançados.
Outro ponto importante foi a busca pela profissionalização da exploração do Banco de Imagens. Para se manter competitivo no mercado e atender a demanda de importantes empresas, é indispensável que a organização proponha e respeite padrões de qualidade e estética dos produtos. Para isso, o instituto estabeleceu uma parceira com uma empresa especialista em licenciamento e design com o objetivo de padronizar e garantir a sua identidade visual.

Esses itens contribuíram para o fortalecimento e a valorização do trabalho, aumentando a credibilidade institucional
que é também um importante ativo do instituto, sendo indispensável no momento da prospecção e no desenvolvimento de novas parcerias.

Além da geração de recursos e do orgulho de associar o trabalho da organização a marcas importantes, essas parcerias permitiram, por meio da sua capilaridade e de seus canais de distribuição, levar a causa e o trabalho do instituto para o conhecimento de um número maior de pessoas, inclusive para outros países da América do Sul.

Por isso, o maior ganho da organização com todos esses aprendizados foi valorizar criativamente a produção
dos programas pedagógicos. Por meio deles, desenvolvemos uma alternativa de sustentabilidade para suas atividades, buscando sempre atualizações e melhorias para competir e criar, profissionalmente, novas ideias e oportunidades. www.institutorodrigomendes.org.br

Socorro aos Necessitados/Curitiba – PR

Em 1941, um grupo de empresários do Paraná decidiu criar uma associação civil de caráter filantrópico – a Socorro aos Necessitados. A instituição presta assistência a idosos e crianças carentes, abrigando-os em lugares apropriados: creches e centros de permanência. Atualmente, a entidade mantém o Lar dos Idosos Recanto do Tarumã; o Centro de Educação Infantil Meu Pequeno Reino; e o Centro de Atenção à Pessoa Idosa.

Nesses anos de atuação, algumas campanhas foram desenvolvidas, em especial a Resgatando Sonhos, realizada
para mobilizar recursos em prol do Lar dos Idosos Recanto do Tarumã. Detalhe: a verba para implementá-la era nenhuma! Então, o primeiro passo foi reunir gestores e atuais parceiros (fotógrafo, agência de comunicação, assessoria de imprensa etc.). Nessa reunião ficou decidido que iríamos trabalhar o conceito Regatando Sonhos para desmitificar a ideia de que asilo é um lugar para se esperar a morte chegar.

Com o roteiro finalizado, o passo seguinte era realizar a produção das fotos para a campanha. E foi em um clima de glamour, emoção e nostalgia que o trabalho foi produzido.

De um lado, cinco idosos moradores do lar entusiasmados com a ideia de registrar os seus sonhos. Do outro, cinco personalidades curitibanas sensibilizadas com a possibilidadede mudar essas e outras vidas para melhor.

Sossela foi o profissional responsável pela sessão de fotos, que registrou os participantes em duplas de acordo com o hobby, profissão e sonho. Ari Leitolesg, 72, fez par com a dj Bibba Pacheco, compartilhando a paixão pela dança. César Massa, engenheiro agrônomo, 64, dividiu o comando do avião bimotor com o piloto Eloy Biesuz. O jardineiro
Pedro Silva, 91, exibiu girassóis ao lado do empresárioMauro Tessler. Altevir Bozza, 74, tocou violino com o maestro Paulo Torres. E Jorge Xavier de Barros, 85, escreveu poesias com a escritora Anita Zippin.

Essa iniciativa nos fez aprender que da necessidade surge a oportunidade. A solução para um problema normalmente
é simples e está na própria instituição. Todos se solidarizam por uma boa causa e por uma boa história.
Como toda entidade do Terceiro Setor, nosso maior desafio é a sustentabilidade financeira. Surge daí outra grande dificuldade: como vender o nosso peixe? Como contar a nossa história? Como ter um diferencial? Como ter destaque? Como chamar a atenção? Como despertar o interesse? Como sensibilizar e mobilizar recursos para a causa do idoso?
Aprendemos, sem dúvida, que “uma boa história mobiliza”. Mobiliza todos os tipos de recursos. Nossos resultados
com a campanha foram: venda de camiseta, visibilidade, divulgação, mídia espontânea, doações, visitas, voluntariado, parcerias e alianças. A iniciativa começou como uma ação pontual, mas, por força da mídia, surgiram parceiros e mais parceiros. Fizemos um “repique” da campanha e a venda das camisetas tornou-se permanente.

Por meio da mobilização de recursos percebemos a importância do planejamento participativo e de um plano de comunicação integrado e eficaz. Não basta ter uma ideia, é preciso acreditar, mobilizar parceiros e fazer acontecer.
Para o desenvolvimento pleno da instituição ainda é necessária a profissionalização da gestão. Constatamos a importância do trabalho em equipe e a necessidade de estarmos preparados para os ajustes e para aproveitar as oportunidades.

A campanha foi um sucesso e virou case da instituição, inclusive já apresentado em universidades e outras ONGs. Para as pessoas envolvidas, a ação gerou a consolidação do posicionamento da organização e o resgate dos sonhos, além de proporcionar principalmente motivação, sinergia, alegria, contentamento. Nesse caso, “vestir a camisa” não é apenas uma metáfora.

“Quando se sonha sozinho é apenas um sonho. Quando se sonha junto é o começo da realidade”. (D. Quixote)

ww.socorroaosnecessitados.org.br

 

 

EDITAIS FILANTROPIA PLATAFORMA ÊXITOS
10.460
Oportunidades Cadastradas
8.193
Modelos de Documentos
2.283
Concedentes que Repassam Recursos
Prazo
19 Out
2018
Fomento à Pós-Graduação Stricto Sensu da UFFS
Prazo
19 Out
2018
Seleção de Entidades e Organizações da Sociedade...
Prazo
19 Out
2018
Seleção de organização da sociedade civil para...
Prazo
20 Out
2018
Edital - A ponte – Cena do Teatro Universitário
Prazo
22 Out
2018
WORLDLABS - Elevating Ideas Competition
Prazo
23 Out
2018
III Concurso de Crônicas Ivone dos Santos
Prazo
25 Out
2018
Concurso KOHQ 2
Prazo
25 Out
2018
Concurso Literário Benfazeja 2019
Prazo
26 Out
2018
Prêmio Brasil Ambiental
Prazo
28 Out
2018
Comitê de Zonas Úmidas
Prazo
30 Out
2018
Revista Poesia Agora
Prazo
30 Out
2018
23º Edital Cultura Inglesa
Prazo
30 Out
2018
Festival de Cinema Se Liga Aí
Prazo
31 Out
2018
International Photography Award 2018-2019
Prazo
31 Out
2018
Santa Cruz da Conceição: Cidade em Movimento
Prazo
31 Out
2018
Prêmio Livro-Reportagem Amazon
Prazo
31 Out
2018
Mahathir Science Award
Prazo
31 Out
2018
Cinema Sem Fronteiras 2019
Prazo
31 Out
2018
Prêmio Nacional de Jornalismo em Seguros - 2018
Prazo
31 Out
2018
Empowering People Award 2019
Prazo
9 Nov
2018
Concurso de Cartazes para Dia Mundial da Alimentação...
Prazo
20 Nov
2018
Virada Cultural 2019
Prazo
23 Nov
2018
Chamada CNPq/SNSF
Prazo
30 Nov
2018
Programa Selos Postais
Prazo
1 Dez
2018
The Prince Claus Fund 2nd Open Call: First Aid to Documentary...
Prazo
11 Dez
2018
Concurso Literário Prêmio Poesia Agora - Verão
Prazo
15 Dez
2018
The Awesome Foundation - Awesome Disability
Prazo
31 Dez
2018
Credenciamento de Artistas
Prazo
1 Jan
2019
Prêmio Arte Original Tordos Azuis
Prazo
19 Fev
2019
Programa de Apoio à Realização de Eventos Científicos...
Prazo
21 Mar
2019
Seleção de Projetos Esportivos - Lei de Incentivo
Prazo
30 Jun
2019
Chamada Pública Bilateral FINEP-CDTI para projetos...
Prazo
21 Set
2019
Crédito De Pesquisa Para Comitês Técnico-Científicos
Prazo
Contínuo
Leia para uma criança
Prazo
Contínuo
Revista Científica de Direitos Humanos - Submissão...
Prazo
Contínuo
Programa de Desenvolvimento Científico Regional –...
Prazo
Contínuo
Política de Patrocínios da CEMIG
Prazo
Contínuo
Chamada Pública ANCINE-FSA - Coinvestimentos Regionais
Prazo
Contínuo
Filiação ao Departamento de Informação Pública...

PARCEIROS VER TODOS