Por que uma instituição social, que desenvolve eminentemente um trabalho de caráter público, deve observar a Lei de Cotas de portadores de necessidades especiais?

Por: Instituto Filantropia
21 Junho 2013 - 21h41

R: Em relação ao caráter social destas instituições, ao se apresentarem perante seus empregados, estas assumem a condição de empregador. O parágrafo 1º do artigo 2º da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) as equiparam aos empregadores que têm finalidade econômica, isto é, que visam lucro. Portanto, a instituição de caráter social com cem ou mais empregados está obrigada a preencher de 2 a 5% de seus cargos com pessoas portadoras de necessidades especiais, sob pena de serem autuadas pelo Ministério Público de Trabalho ou pelas Delegacias Regionais do Trabalho.

Conteúdo Relacionado

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book Como começar uma⠀ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book 18 PASSOS essenciais para ajudar sua ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

EDITAIS
23.290
Oportunidades Cadastradas
9.597
Modelos de Documentos
4.132
Concedentes que Repassam Recursos
Prazo
1 Out
2021
The Land Accelerator - América Latina
Prazo
1 Ago
2021
AAAS Kavli Science Journalism Awards
Prazo
Contínuo
Super Desafio COVID-19 - Startups
Prazo
10 Ago
2021
The Chelsea International Photography Competition 2021
Prazo
5 Jun
2021
Prêmio Excelência em Competitividade 2021
Prazo
15 Dez
2021
Premio Iteramericano a Las Buenas Práticas para el...
Prazo
15 Jun
2021
FAPESP / M-ERA.NET 2021 – Ciência de Materiais e...
Prazo
Contínuo
Adobe Creative Residency Community Fund
Prazo
15 Jun
2021
Professional Fellowship 2021
Prazo
15 Jun
2021
2º Call for Partnerships - Global Media Defence Fund

PARCEIROS VER TODOS