Novos centros de pesquisa em São Paulo vão receber investimentos nos próximos 11 anos

Por: Thaís Iannarelli
18 Junho 2013 - 15h42

Dezessete novos centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepids) foram criados esta semana no estado paulista. Os projetos, que já funcionavam como grupos de pesquisa em universidades paulistas, foram selecionados por meio de uma chamada pública e vão receber, nos próximos 11 anos, investimentos que somam R$ 1,4 bilhão. Estudos sobre doenças degenerativas, possibilidade de cura para o diabetes e pesquisa sobre células-tronco são exemplos dos temas selecionados. Além da capital, foram selecionados projetos em Campinas, São Carlos, Ribeirão Preto e Araraquara. A ação envolve 499 pesquisadores do estado e 68 de outros países. Os 17 novos Cepids foram escolhidos a partir de 90 propostas encaminhadas ao comitê avaliador, que mobilizou 150 revisores brasileiros e um comitê internacional composto por 11 cientistas convidados. Entre os critérios analisados, estavam mérito científico, originalidade, competitividade e qualificação da equipe.


www.agenciabrasil.gov.br

PARCEIROS VER TODOS