Manual auxilia empresas a cumprir Lei da Aprendizagem

Por:
12 Janeiro 2017 - 15h07

Um dos entraves à maior adesão de empresas a programas de aprendizagem, conforme manda a Lei 10.097/2000, são as especificidades dessa modalidade de capacitação profissional de jovens. Por exemplo, gestores têm dúvidas sobre o cálculo do percentual de aprendizes a serem contratados, bem como sobre procedimentos legais e pedagógicos – os jovens precisam necessariamente fazer um curso paralelamente às atividades práticas. Diante de tantos entraves, o CIEE disponibiliza o Manual do Programa Aprendiz CIEE – orientações para empresas.

O guia, que pode ser conferido gratuitamente aqui, dirime dúvidas sobre os serviços da entidade, que auxiliam empresas de todos os portes a implementar bem sucedidos programas de aprendizagem. É resultado de 14 anos de dedicação à aprendizagem: desde o início de sua atuação em apoio à lei, em 2003, o CIEE já beneficiou mais de 315 mil jovens em todo o País. 

O recurso está disponível para todas as empresas parceiras ou não do CIEE, que oferece o programa Aprendiz Legal em parceria com a Fundação Roberto Marinho, dedicada à formação socioprofissional de jovens com idade entre 14 e 24 anos, ministrando os cursos teóricos que caracterizam a aprendizagem, ente outras ações. Também oferece uma série de benefícios adicionais gratuitos aos jovens como: palestras, oficinas, passeios culturais, atividades esportivas, apoio de assistentes sociais que interagem com as famílias dos jovens e com as empresas, entre outros.

Fontes: Envolverde e CIEE

PARCEIROS VER TODOS