Jogos mundiais dos povos indígenas teve início em Palmas

Por: Thaís Iannarelli
22 Outubro 2015 - 20h33

Com um objetivo de estreitar a relação entre os povos indígenas de diversas partes do globo, esta sendo realizado entre os dias 20 a 31 de outubro, em Palmas, no Tocantins, a primeira edição dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas. O evento recebeu elogios do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, que parabenizou a presidenta Dilma Rousseff pela iniciativa de realizar o Mundial Indígena no Brasil.

Os jogos foram idealizados pelos irmãos Marcos e Carlos Terena, da etnia Terena, de Mato Grosso. Os dois foram responsáveis pelas 12 edições dos Jogos Indígenas, sendo a primeira edição realizada em 1996, com apoio do Ministério do Esporte. Os primeiros Jogos Mundiais dos Povos Indígenas foram lançados na sede da ONU, em Nova Iorque, e no dia 23 de junho, em Brasília, com a presença da presidenta Dilma e de lideranças indígenas de várias partes do mundo.

Os Jogos têm como base o artigo 31 da Declaração da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre os direitos indígenas, que estabelece a manutenção, controle, proteção e desenvolvimento de todo o seu patrimônio. Tudo isso será discutido durante 13 dias, quando indígenas de 25 países estarão reunidos para trocar experiências, debater políticas públicas indígenas, conhecer novas culturas e festejar esse momento tão importante para o mundo.

Os três primeiros dias serão de adaptação, os indígenas brasileiros vão trocar experiências com os povos Mapuche, Tehuelche, Huarpe, Diaguita Calchaqui, Mocovi, Wichi, Qom, Mbya Guarani Tonocote, Kolla e Tapiete, da Argentina; Do Chile participarão 50 representantes dos Mapuche, Likan Antay, Diaguita, Rapa Nui, Aymara e Selk Nam.

Da Colômbia virão representantes das etnias Nasa, Mwak, Embeva, Huitoto, Esperara, Wayua, Pardos, Totoro, Kokonuko, Inga, Kamentsa, Wounam, Tikuna e Saliva. Como foi estabelecido nas normas do evento cada país tem direito a trazer uma delegação com 50 integrantes, mas esse número pode variar de acordo com as condições de cada país. A Guatemala será representada por 25 integrantes da etnia Maya.

O México será representado por indígenas das etnias Nahuas, Mixtecos, Tepehuanos, Huicholes ou Wirrarikas, Tarahumaras ou Raramuris, Purhepechas e Mayas. Nova Zelândia – Será representada por 50 Maori. Panamá com os povos indígenas: Comarca Kuna Yala, Comarca Embera-wounaan e Comarca Ngabe-Buggle. Do Paraguai participará a etnia Pai tavyterã e outras a confirmar.

Da Rússia Udege people, Khanti, Mansi, The Buryats, The Evens, Dolgans (self-designation: caxa), Tuvinians, The Nanai people, The Abazins, The Selkups. Do Uruguai Choñik e outros a confirmar.

Fonte: Ministério do Esporte

Tudo o que você precisa saber sobre Terceiro setor a UM CLIQUE de distância!

Imagine como seria maravilhoso acessar uma infinidade de informações e capacitações - SUPER ATUALIZADAS - com TUDO - eu disse TUDO! - o que você precisa saber para melhorar a gestão da sua ONG?

Imaginou? Então... esse cenário já é realidade na Rede Filantropia. Aqui você encontra materiais sobre:

Contabilidade

(certificações, prestação de contas, atendimento às normas contábeis, dentre outros)

Legislação

(remuneração de dirigentes, imunidade tributária, revisão estatutária, dentre outros)

Captação de Recursos

(principais fontes, ferramentas possíveis, geração de renda própria, dentre outros)

Voluntariado

(Gestão de voluntários, programas de voluntariado empresarial, dentre outros)

Tecnologia

(Softwares de gestão, CRM, armazenamento em nuvem, captação de recursos via internet, redes sociais, dentre outros)

RH

(Legislação trabalhista, formas de contratação em ONGs etc.)

E muito mais! Pois é... a Rede Filantropia tem tudo isso pra você, no plano de adesão PRATA!

E COMO FUNCIONA?

Isso tudo fica disponível pra você nos seguintes formatos:

  • Mais de 100 horas de videoaulas exclusivas gratuitas (faça seu login e acesse quando quiser)
  • Todo o conteúdo da Revista Filantropia enviado no formato digital, e com acesso completo no site da Rede Filantropia
  • Conteúdo on-line sem limites de acesso no www.filantropia.ong
  • Acesso a ambiente exclusivo para download de e-books e outros materiais
  • Participação mensal e gratuita nos eventos Filantropia Responde, sessões virtuais de perguntas e respostas sobre temas de gestão
  • Listagem de editais atualizada diariamente
  • Descontos especiais no FIFE (Fórum Interamericano de Filantropia Estratégica) e em eventos parceiros (Festival ABCR e Congresso Brasileiro do Terceiro Setor)

Saiba mais e faça parte da principal rede do Terceiro Setor do Brasil:

Acesse: filantropia.ong/beneficios

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book Como começar uma⠀ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book 18 PASSOS essenciais para ajudar sua ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

PARCEIROS VER TODOS