Brasil avança em política de apoio aos imigrantes de países de conflito

Por: Thaís Iannarelli
09 Outubro 2015 - 15h00

Com o objetivo de ampliar cada vez mais a inclusão social dos imigrantes, o desafios do Brasil para permitir que eles tenham a oportunidade de se integrar ao país, é um dos focos do diretor do Departamento de Estrangeiros do Ministério da Justiça, João Guilherme Granja. Ao participar do 11º Encontro Nacional da Rede Solidária para Migrantes e Refugiados, em Brasília, ele lembrou que o Brasil tem um histórico de participação de imigrantes na sua formação.

A assessora de Proteção do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur), Isabela Mazão, que também participou do encontro, ressaltou que o Brasil tem avançado nas políticas públicas de inclusão dos imigrantes. Ela citou uma resolução do Comitê Nacional para os Refugiados (Conare) que facilita a concessão de vistos especiais a pessoas afetadas pelo conflito na Síria.

Um dos destaques do encontro foi o Projeto de Lei 2.516/2015, que tramita no Congresso Nacional e institui a nova Lei de Migração. Para o representante do Ministério da Justiça, a proposta legislativa tem avanços em relação à lei atual. “A proposta da legislação simplifica a vida social do imigrante no país, propicia caminho para a documentação, ela dá mecanismos para que o estado brasileiro possa orientar as suas políticas públicas para atender esse público de forma mais adequada”, Disse João Guilherme.

Fonte: Agência Brasil

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book Como começar uma⠀ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book 18 PASSOS essenciais para ajudar sua ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

PARCEIROS VER TODOS