Alternância de turnos II

Por: Revista Filantropia
01 Março 2010 - 00h00
O relator e presidente da Turma, ministro Horácio Senna Pires, esclareceu que, conforme a Orientação Jurisprudencial nº 360 da Subseção I especializada em dissídios individuais, o empregado tem direito às seis horas de trabalho desde que os dois turnos compreendam, no todo ou em parte, o horário diurno e noturno, porque há alternância de horário prejudicial à saúde do trabalhador.
www.tst.gov.br

PARCEIROS VER TODOS