Trabalho em uma entidade entidade filantrópica e perdi o prazo para formalização da renovação. Há alguma medida judicial para evitar um período em aberto sem a certificação ?

Por: Instituto Filantropia
07 Julho 2015 - 14h16

R: Para esses casos, existe a possibilidade de  ajuizamento de uma ação declaratória para que  a entidade obtenha o reconhecimento de sua qualidade  como beneficente de assistência social pela  via judicial, sendo, portanto, necessário demonstrar  o cumprimento de todas as nuances legais  vigentes, uma vez que o certificado é mera exteriorização  da qualificação de uma determinada  entidade filantrópica.

Conteúdo Relacionado

  • 4 - Minha associação é mantenedora de uma faculdade e foi acionada na Justiça do Trabalho por um ex-empregado que ocupava o cargo de advogado. Ele pleiteia direitos e alega que sua rescisão deveria ter sido homologada no Sindicatos dos Advogados. Isso está correto?
  • 3 - Quais são os efeitos do acórdão exarado na ADI nº 2.028 às entidades sem fins lucrativos?
  • 2 - Quais seriam os requisitos para que minha instituição seja certificada como entidade beneficente na área da saúde e, assim, obtenha isenção da quota patronal?
  • 1 - A conta bancária de minha associação teve valores bloqueados em razão de uma decisão judicial para cobrança de IPTU. O valor bloqueado é utilizado para pagamento dos salários dos colaboradores. Isso está correto?
  • As entidades sem fins lucrativos estão qualificadas para formação técnico-profissional metódica? Elas estão obrigadas na contratação de aprendizes?
  • Sou dirigente de uma entidade que promove ações e serviços voltados à Promoção da Saúde. Gostaria de saber como proceder para comprovar a condição de beneficente visando à obtenção do Cebas?
  • Com a promulgação da Lei n.º 13.019/2014, como será realizada a prestação de contas por uma organização da sociedade civil que celebrar uma parceria com a Administração Pública por período superior a 12 meses?
  • A quem compete representar junto ao ministério competente quando se verifica irregularidades nas entidades certificadas pela Lei n.º 12.101/2009?
  • Uma entidade beneficente é obrigada a instituir um Programa de Participação nos Lucros e Resultados (PPLR)?