Globalização e Responsabilidade Social

NO contexto da globalização, evidencia-se o desenho de um novo perfil corporativo e operacional dos grupos empresariais, orientados por uma diretriz comum que recomenda pensar globalmente e agir localmente. Além da adequação a novos padrões de eficiência, qualidade, produtividade e lucratividade, crescem as exigências por uma revisão profunda da cultura e da filosofia empresarial ainda existente. E nesse novo cenário, as empresas começam a discutir uma nova leitura de seu papel, num esforço visível de melhor identificar e dimensionar suas relações com os múltiplos universos de interesse e, principalmente, os níveis de contribuição sócio-econômica em seu ambiente de atuação.

Entretanto, temos para o Grupo Notre Dame-Intermédica, plena convicção de que hoje não basta a um grupo empresarial ser economicamente forte. É imprescindível também ser socialmente forte para ser institucionalmente melhor.

A aceitação dessa dupla natureza social e econômica da empresa impõe a criação de novos mecanismos de aferição de desempenho que transcendem os conceitos e princípios geralmente aceitos e contabilizados tradicionalmente pela prática empresarial. É fundamental que as nossas estratégias empresariais contemplem ações de natureza social, evidenciando todos os esforços e envolvimentos das empresas no processo de distribuição de riquezas via geração de empregos, políticas de benefícios, treinamento, geração de tributos, políticas de diversidade cultural, étnica, religiosa e de preservação do meio ambiente, além da priorização de projetos de natureza educacional e social a serem implementados pelas corporações, inclusive em parceria com os poderes públicos.

Particularmente, no histórico do Grupo Notre Dame-Intermédica, temos registrado diversas experiências cujos resultados, além de gratificantes, têm sido reveladores na conceituação e prática da chamada responsabilidade social. Mais do que a marca de pioneirismo que ainda as envolve, algumas dessas experiências, como o Programa de Medicina Preventiva que, desde 1982, evidencia de forma clara e inequívoca uma contrapartida e retribuição consciente do Grupo ao bem-estar social da comunidade, promovendo saúde e evitando que as pessoas fiquem doentes, resultando assim, em melhoria da qualidade de vida das pessoas. Para se ter uma idéia mais objetiva do sucesso desse programa, somente no ano passado foram abordados mais de 60 temas em cursos, palestras, orientações, distribuição de folhetos educativos e grupos de discussão e de apoio, além de demonstrações práticas realizadas por equipe multidisciplinar, totalizando 1,9 milhão de ações educativas e orientações nas empresas clientes, nos nossos Centros de Medicina Preventiva e nos nossos Centros Clínicos. Em foco, assuntos como aleitamento materno, atividade física, estresse, depressão, diabetes, reeducação postural, preparação para o parto, doenças sexualmente transmissíveis, menopausa, desnutrição, hipertensão, obesidade, alergias, doenças respiratórias e temas ligados à prevenção.

ALGUNS NÚMEROS DO GRUPO NOTRE DAME-INTERMÉDICA

  • 1.300.000 associados

  • 34 anos de experiência

  • Pioneira em Medicina Preventiva

  • 1.930.000 orientações educativas em Medicina Preventiva

Da mesma forma, como entender que num momento econômico sensível e complexo como o atual, marcado por uma carência cada vez maior de oferta no nível de emprego, um grupo empresarial moderno e competitivo decida incorporar em seu quadro de funcionários um contingente de profissionais da chamada Terceira Idade? Mesmo correndo o risco de parecer remando contra a maré, o Grupo Notre Dame-Intermédica decidiu, numa etapa inicial, reservar 5% de seu quadro de funcionários à contratação de homens e mulheres já aposentados, incentivando a prática da diversidade e enriquecendo, assim, o próprio trabalho e as discussões internas, gerando motivação e engajamento entre os colaboradores. Paralelamente a essas duas experiências, o Grupo realiza importantes atividades nas áreas social e cultural, participando e apoiando diversas iniciativas comunitárias.

Além de tudo, o Grupo Notre Dame-Intermédica tem presente em sua missão o comprometimento com a comunidade, e entende que responsabilidade social seja um conceito muito mais abrangente do que investir em ações sociais.

Por isso mesmo, entendemos que, a exemplo da educação, da cultura e do bem-estar social, o direito à saúde é também uma conquista coletiva. Não por acaso, elegemos como nossa missão tornar as pessoas felizes, por intermédio da excelência na prestação de serviços nas áreas médico-hospitalar e social, sob a forma de planos de saúde comprometidos com a comunidade.

Finalmente, identificados com os preceitos de máxima transparência nos atos e valores empresariais, expressos sistematicamente na publicação de nosso balanço social nos permitimos, desta vez, remar contra a grande maré da globalização, concentrando localmente nossas ações e o nosso pensamento exclusivamente ao bem-estar econômico e social de nossa comunidade.

PARCEIROS VER TODOS