Quem anda atrapalhando seu progresso?

Por: Marcio Zeppelini
20 Outubro 2017 - 15h42

 385

Morte na Empresa

Certa vez, uma empresa estava em situação muito difícil. As vendas iam mal, os trabalhadores estavam desmotivados, os balanços há meses não saíam do vermelho. Era preciso fazer algo para reverter o caos, mas ninguém queria assumir nada. Pelo contrário, o pessoal apenas reclamava que as coisas andavam ruins e que não havia perspectivas de progresso.

Eles achavam que alguém devia tomar a iniciativa de reverter aquele processo. Um dia, quando os funcionários chegaram para trabalhar, encontraram na portaria um cartaz enorme no qual estava escrito:

"Faleceu ontem a pessoa que impedia o seu crescimento e o da empresa. Você está convidado para o velório na quadra de esportes".

No início, todos se entristeceram com a morte de alguém, mas, depois de algum tempo, ficaram curiosos para saber quem estava bloqueando o crescimento da empresa. A agitação na quadra de esporte era tão grande que foi preciso chamar os seguranças para organizar a fila do velório. Conforme as pessoas iam se aproximando do caixão, a excitação aumentava:

"Quem será que estava atrapalhando meu progresso? Ainda bem que esse infeliz morreu!"

Um a um, os funcionários, agitados, aproximavam-se do caixão, olhavam o defunto e engoliam a seco. Ficavam no mais absoluto silêncio, como se tivessem sido atingidos no fundo da alma, e saíam cabisbaixos.

No visor do caixão, havia um espelho.

Você é o responsável pelo seu destino

Ouvimos pessoas se lamentando todos os dias. Reclamam da falta de dinheiro, da infelicidade na profissão, das dificuldades no dia a dia. Nesses resmungos, raramente alguém coloca a culpa em si próprio. Culpa-se a crise, os concorrentes, alguém da equipe, a chuva, o sol, o frio ou o calor. Tudo e todos são culpados, e o verdadeiro culpado de sua infelicidade ou insucesso nunca é citado: você mesmo.

Já quando se fala em sucesso ou empreendimentos bem-sucedidos, bate-se no peito para gritar, com orgulho: é fruto do meu trabalho!

Será que não somos egoístas pensando assim? Sucesso = culpa nossa, Fracasso = culpa dos outros.

Está na hora de assumir nossos atos, nossas decisões, e perceber que construímos todos os "tijolinhos" do nosso destino. Portanto, se a edificação ficar forte ou se ela desmoronar, foi fruto de nosso próprio trabalho. Assumir que estamos no comando de nossa vida é o primeiro passo para acertarmos o caminho do sucesso.

Se a sua empresa não vai bem, quais são os pontos que VOCÊ pode melhorar para que ela saia do atoleiro?
Se o seu casamento não anda muito animado, quais são as atitudes que VOCÊ precisa tomar para voltar à "lua-de-mel"?
Se sua carreira não está no trilho certo, quais são as mudanças que VOCÊ deve fazer para que, em breve, seja mais bem-sucedido?

Reflita acerca de sua vida. Você é o responsável por estar onde está.

Abraços inspiradores.
Marcio Zeppelini

 

Assumir que estamos no comando de nossa vida é o
primeiro passo para acertarmos o caminho do sucesso.
Marcio Zeppelini

PARCEIROS VER TODOS