Afilie-se gratuitamente à Rede Filantropia

Receba conteúdo de gestão, agenda de eventos e notícias do Terceiro Setor

Cadastre-se gratuitamente

Faça seu LOGIN na Rede Filantropia.

Famílias Suficientemente Boas: um Conceito Ampliado

Assistência & Serviço Social
Por: Cleusa Kazue Sakamoto
09 Junho 2016 - 04h45

O desenvolvimento humano é o campo de pesquisa cuja abrangência dá apoio aos estudos da personalidade, da cognição, da sociabilidade, da aprendizagem, das múltiplas competências, da criatividade, para mencionar somente alguns dos focos de interesse de sua área científica. 

Nesse cenário em que destacamos, para a construção da personalidade e a definição de sua singularidade representada no conceito de identidade pessoal, a família tem um valor incomparável como suporte emocional, espiritual e material na trajetória evolutiva de cada individualidade. É a família o primeiro grupo social ao qual os seres humanos se encontram vinculados, e ela serve de referência para dar modelos de relacionamento humano, que apresenta a cada um de nós os valores e os princípios éticos que regulam a vida coletiva, que ensina a importância do afeto no percurso da vida. A família é o contexto (material, emocional, intelectual, cultural, ideológico, espiritual) no qual uma individualidade, como sujeito, se constitui.

Ela é a rede de relações interpessoais que estabelece o conjunto de ideações que permeia o cotidiano no seu aspecto prático; quando ela se mostra ausente, impõe uma indiscutível necessidade de ser substituída por outras constelações funcionais, que nem sempre cumpre adequadamente sua função,...

PARCEIROS VER TODOS